Canelada

Home | « Todos os posts do Atletico Goianiense

5×1, fora o baile!

por
4/12/11

Final de jogo no Serra Dourada, e sim, estamos na Copa Sul-Americana 2012!

Comemorações à parte, o jogo de hoje foi cla-ra-men-te dominado pelo time da casa. O América-MG, já rebaixado, parecia que chegou em terras goianas só para cumprir tabela, e não apresentou, ao meu ver, NENHUM tipo de resistência. Já o Atlético-GO foi pra cima, atacou com garra e com vontade, fez passes precisos e decidiu o rumo da partida, confirmando o que todo mundo, inclusive o público presente de corpo e de espírito, já esperava: um jogo fácil, para não dizer entregue, e um carimbo no passaporte do dragão para sua primeira competição internacional.

Primeiros segundos de jogo e o Felipe já meteu uma bola na trave do coelho, la dá intermediária. Depois de alguns minutos, um passe certeiro do Ernandes deixou a bola no pé do Felipe, que teve o trabalho só de escolher em qual canto do gol chutar para a bola entrar. Começava aí o inferno astral do América-MG. Daí veio um gol de cobrança de falta do goleiro Márcio, o terceiro dele nessa competição. Logo em seguida, Thiaguinho pôs a bola na cabeça do Gilson em mais uma cobrança de falta: 3×0 para o Atlético-GO.

Mas como nem tudo são flores, Gilson saiu contundido do primeiro tempo e não voltou, então o Paulo Henrique entrou em campo no segundo tempo, mas sem ser autorizado pelo juíz, e acabou levando cartão amarelo, assim, de graça. E o mesmo teve a infelicidade de marcar um gol contra, a favor do América-MG. Fazer o que, são ossos do ofício de zagueiro.

Na sequência desse lance o coelho até criou algumas jogadas, mas sem nenhuma finalização que pudesse modificar o placar. Com a vitória garantida, foi a vez de Anailson fazer sua última partida com a camisa rubro-negra, depois de cinco anos de casa, inclusive ele foi homenageado essa semana pela diretoria por seus serviços prestados. Anailson vai ficar uma temporada fora em outro clube, mas pretende retornar ao Atlético-GO para trabalhar em outra função em 2013. Para coroar sua participação no time, aproveitou o passe de Pituca na entrada da área, e, percebendo que o goleiro mineiro estava adiantado, marcou um gol sensacional de cobertura. Para não ficar tão mal na fita, Paulo Henrique acabou se redimindo do gol contra e fez um de cabeça quase no final da partida.

E o América-MG? Bom, o América-MG limitou-se a defender e atacar com lances de bola parada. E na saída do estádio, uma chuva torrencial baixou na grande Goiânia com gosto. Era São Pedro lavando a alma do torcedor goiano, certeza.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: