Canelada

Home | « Todos os posts do Galo

OLÊ MARQUES! Entrevista com o ídolo da Massa

por
12/03/11

Confesso que estou arrepiado. Ter a possibilidade de entrevistar o meu ídolo no futebol é um sentimento fora do comum.

Desde o dia 17 de Março de 1993 sou “GALO DOIDO”. Passou-se um tempo e eu já tinha conhecimento do que eu queria: Ser o Marques. Queria ser o ídolo do Galo, queria ser a imagem do Galo. Para mim, o Marques era isso tudo. Era raçudo, garçom e era o nosso Messias… O maior da minha geração.

Lembro-me no ano de 2.000, morava no bairro Concórdia em Belo Horizonte. Reuníamos todos os amigos e íamos jogar futebol. E quem eu era? O Marques . rs Não posso deixar de lado o meu aquário. Apenas 2 peixes. 2 peixes preto e branco. E quais os nomes que demos? Carinhosamente: Guilherme e Marques. São pequenas coisas que demonstravam o meu amor e respeito por ele. Hoje eu queria estar em Belo Horizonte. Entrevista-lo, e sim, tirar uma foto com meu ídolo. Qual Atléticano não queria estar ao lado dele?

Em toda a carreira, foram 713 partidas e 214 gols. Pelo Atlético Mineiro, 370 partidas e 133 gols. O último jogo e o último gol eu jamais vou conseguir esquecer. Qual o Atléticano que não chorou com ele? Qual Atléticano não se orgulhou do Messias que tínhamos?

Vejam o vídeo e me diga: Quem não se emociona mais uma vez?


Sinceridade, eu sou fã desse cara!

Vamos para a entrevista:

01)Como surgiu a idéia de ser jogador de futebol? Teve alguma ajuda ou indicação?

Desde início sempre desejei ser jogador. A ideia surgiu ainda garoto, na peladas de rua e dos campinhos próximo da casa que vivia em Guarulhos.

02)Você jogou no Japão, qual foi sua maior dificuldade de adaptação?

A língua sem dúvida nenhuma era muito complicada, mas com o tempo acabei aprendendo algumas palavras e deu pra eu e minha família nos virarmos bem.Agora o frio de lá, este não tinha jeito não. O inverno era muito rigoroso e de dificil adaptação.

03)Qual foi sua maior dificuldade até hoje no futebol?

Me tornar um jogador profissional. O caminho não é fácil, tem que haver muita persistência e paciência por parte do atleta, do contrário não vai pra frente.

04)Como foi a participação de sua família quando você iniciou sua carreira?

Sempre pude contar com o apoio de toda minha família. Eles foram fundamentais.

05)O que mudou em sua vida depois do sucesso profissional?

O reconhecendo é maravilho, ser ídolo ultrapassa as 4 linhas do campo, tem que ser um bom exemplo, principalmente para as crianças que vêem em mim um espelho a ser seguido, e, essa foi a minha maior preocupação enquanto atleta profissional.

06)Jogou nos dois clubes que possuem a maior torcida do Brasil (Flamengo e Corinthians), por que acredita que veio a se destacar mais no Galo?

Sempre trabalhei de forma séria e comprometida, sempre entrei em campo disposto a tudo. A empatia com o Clube assim que coloquei os pés em MG em 1997.

07)Você se considera uma pessoa realizada?

Sim

08)Quem foi o melhor companheiro de ataque? E no futebol em geral?

Tive muitos companheiros de ataque e sempre tive um bom relacionamento com todos os meus companheiros em campo. A dupla Marques /Guilherme foi uma dupla que marcou e muito a minha 1ª estada no Galo

.

09)No momento do seu último gol no profissional, na final contra o Ipatinga, o que veio em sua mente?

Foi uma explosão de sentimentos, uma mistura de alegria, desabafo, dever cumprido, satisfação em levantar a taça enfim, tudo junto e misturado.

10)O que faltou em sua carreira? Algum título ou realização es portiva?

Não. Vivi plenamente a minha profissão.

11)Qual foi o momento mais marcante de sua carreira?

Foram quase 20 anos de carreira. È difícil falar somente de um jogo, mas contra o Ipatinga, na final deste último mineiro, por ser uma despedida do futebol, e fazendo o gol do título, tenho certeza que este foi um momento que ficará marcado não só na minha memória como também na de todos os atleticanos.


12)Lamenta o fato em que a única pessoa (Luxemburgo) que não acreditou em seu futebol teve que decidir sobre a sua renovação?

Lamento.

13)Como faz para lidar com a saudade do futebol?

Estou numa nova fase da minha vida e acredito muito nos meus ideais. Agora como parlamentar, quero retribuir todo carinho e idolatria que recebi do povo mineiro desde quando cheguei aqui em 1997 e que ultrapassar as cores da camisa do Atlético, pois tenho também o respeito e admiração dos outr os torcedores.

14)A torcida do Galo até hoje lembra e o considera como ídolo. Para você, o que aconteceu para que se criasse esse amor?

Sempre fui um jogador que se entregou totalmente em campo. Acredito que está seja a razão de ter me tornado o grande xodó da massa.

15)Envolvendo-se um pouco mais na política, existe alguma medida que você possa tomar que venha agilizar a reforma do Estádio Independência? E quais os projetos que você tem para o esporte?

Sobre o Independência não há como agilizar. Quanto aos meus projetos, há por minha parte uma especial preocupação a “melhor idade” com as crianças e a inclusão delas no esporte, como meio de disciplina, conduta como ser humano e educação, enfim, pois o esporte mudou a minha vida e acredito que pode mudar a vida de muitas pessoas.

16)Quais são seus planos para o futuro?

Ser um excelente Deputado Estadual.

Marques, obrigado pela oportunidade, obrigado pelo carinho e obrigado por ser o nosso orgulho!

 

A Massa te ama! OLÊ MARQUES!


 

 

Amigos, fiquem de olho no blog que durante essa semana vem promoção para a Massa! Não percam!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

23 comentários

  1. Sylvio Micelli disse:

    Cara bom! Começou no… ah… você sabe onde. heheheehehe Abraços!

    [Reply]

    Iago Schaper Reply:

    @Sylvio Micelli, começou no Corinthians, mas aprendeu a jogar aqui hahaha

    [Reply]

    Sylvio Micelli Reply:

    @Iago Schaper, Que nada, garoto. Ele foi fundamental no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil de 1995. Um bolão. Nem me lembro porquê saiu. Mas sei que fui contra a saída. kkkkkkkkkkk

    [Reply]

    Iago Schaper Reply:

    @Sylvio Micelli, desde moleque já jogava muita bola? Ele sim corria muito. Todo mundo sabia o que ele ia fazer mas ninguem conseguia parar rsrsrs

    [Reply]

    Sylvio Micelli Reply:

    @Iago Schaper, Sim. Jogava muito.

    [Reply]

  2. Ingra Schaper disse:

    Muito emocionante… O trabalho do Iago,e do Virgilio ficou impressionante. É muito bonito,esse reconhecimento e amor que todos nós Atleticamos,temos por nosso time,e por nosso ídolo, o Marques!

    [Reply]

    Iago Schaper Reply:

    @Ingra Schaper, Valeu Ingra.
    O Marques é mesmo fora de série. Ídolo para todas as idades.

    [Reply]

  3. @LucianoMenta disse:

    Marques Eterno idolo alvinegro

    [Reply]

    Iago Schaper Reply:

    @@LucianoMenta, novamente eu digo, ele é o cara!
    Sou fã e sempre serei.

    [Reply]

  4. Luis disse:

    OLÉ MARQUES SEMPRE NO CORAÇÃO DA MASSA!!!

    [Reply]

    Iago Schaper Reply:

    @Luis, no hall da fama juntamente com Reinaldo, Dadá e outros!

    [Reply]

  5. Rhaaay disse:

    Faltou os créditos para a gatiinha aqui pela excelente entrevista, né não?! HAHAHA

    [Reply]

    Iago Schaper Reply:

    @Rhaaay, irmã é pra tudo ! haha

    [Reply]

  6. Vinícius Vidal disse:

    Ficou massa mano! Parabéns mesmo 😉

    [Reply]

    Iago Schaper Reply:

    @Vinícius Vidal, obrigado Vini! Conta sempre! ;D

    [Reply]

  7. Virgílio Amaral disse:

    Boa, num cenário futebolístico atual onde reina o dinheiro e os falsos ídolos, o Marques merece ser lembrado.

    [Reply]

    Iago Schaper Reply:

    @Virgílio Amaral, merece ser exemplo.

    [Reply]

  8. Fernando Cury disse:

    Grande Marques!!! Um exemplo de algo que aos poucos se acaba no futebol: ídolos de uma torcida.

    Grande Iago! Parabéns pela iniciativa, pela entrevista e pelo que deve ter sentido com seu ídolo respondendo suas perguntas. Arrebentou! Parabéns!!!

    [Reply]

    Iago Schaper Reply:

    @Fernando Cury, Valeu Fernandão! Obrigado pela ajuda!
    Marques é o cara! Provou que dinheiro no futebol não é tudo!

    [Reply]

  9. @EFigueiredo_ disse:

    Nossa, parabéns pela entrevista, bacana demais .
    ;]

    [Reply]

  10. Jefferson Lauer disse:

    Boa reportagem Iago.. realmente foi um grande jogador, independente do sucesso dele ser ou nao no meu Mengao. Quando o jogador é bom temos que admitir, mesmo que nao seja jogador do seu time do coração….
    Grande carreira a do Marques…

    [Reply]

  11. AtléticoMG >> Promoção – Camisa do Galo autografada pelo @OleMarques09 – PARTICIPE! | Canelada disse:

    […] pelo reforço do Ricardo. Em meio a todos os afazeres que um deputado tem, Marques respondeu a uma entrevista exclusiva para o Canelada, e autografou essa camisa das imagens abaixo que nós vamos sortear pra você que é representante […]

  12. AtléticoMG >> Tchô – Entrevista Exclusiva! | Canelada disse:

    […] e Caneleiros em geral. Mais uma entrevista exclusiva aqui na coluna do Galo. Depois do ídolo Marques, e do zagueiro Leandro Almeida, o entrevistado da vez é o meia Tchô, que desde 2009 atua pelo […]

Gostou? Não? Comenta aí: