Canelada

Home | « Todos os posts do Furacão

Couto Pereira? Não, obrigado!

por
18/01/12

Quanto mais o tempo passa, aumenta a minha diversão com a briga travada em relação ao aluguel do estádio Couto Pereira pelo Clube Atlético Paranaense. Quem me conhece pessoalmente sabe que sempre fui contra o CAP mandar jogos no campo do rival durante as obras de adequação da Arena da Baixada para a Copa do Mundo da Fifa de 2014. Diversos fatores influenciaram minha opinião, mas o principal é a constatação de que as torcidas organizadas (Fanáticos, Ultras do Atlético e império alviverde) não têm um grau de civilidade condizente com o que exige a divisão pacífica de uma mesma praça esportiva.

Se mesmo no modo de “cada um em seu quadrado”, e ainda em dias distintos, há registros de brigas entre membros das organizadas por quase toda a cidade, a violência e o vandalismo ao patrimônio público com o Couto “abrigando” os jogos dos dois times podem tomar proporções nada desejáveis.

Pesa também a possível depredação do estádio rival, que já está capenga e muito longe de ter uma infraestrutura minimamente comparável com a qual o torcedor atleticano está acostumado. Isso traria prejuízos aos cofres de nosso clube.

O mais interessante de toda essa história é que a agremiação rival parece deixar o fator segurança em segundo plano em suas argumentações para não ceder seu estádio ao Furacão. Hora é o gramado, outrora a decisão do conselho deliberativo dos verdes. Entretanto, o presidente coxa suaviza o discurso, antes radicalizado, e evita falar do assunto.

Do lado de cá também existem trapalhadas. Mal retornou ao poder e o xerife Petraglia saiu dando tiros no escuro. Indicou por sua conta e risco, sem nenhuma negociação com os verdes, o estádio do rival. Porém, mostrou poder político junto à Federação Paranaense de Futebol (FPF) e a fez intervir em favor do Atlético. A FPF, por sua vez, estipulou o valor de R$ 30 mil por jogo no Couto. Eu acho muito caro pelas “acomodações”, mas os verdes não concordaram e conseguiram uma liminar no Tribunal de Justiça Desportiva cancelando a decisão da Federação.

A briga judicial deve terminar nesta quinta-feira (19), quando o TJD vai julgar a liminar. Sobre o resultado, não estou nem aí! Saia o que sair, prefiro rodar cerca de 100 km para acompanhar meu Furacão no estádio do Operário, em Ponta Grossa, ou, melhor ainda, no Caranguejão, do Rio Branco de Paranaguá. Aproveitaria para ver meu time e também o mar…

Para finalizar, vamos a razão de toda esta revolta coxa-branca. Eles creem que vetando o CAP no Couto estarão nos prejudicando e conseguirão mais uma “importantíssima” (tá bom, kkkk) vitória contra o Rubro-Negro. O que os motiva, a ponto de saírem de casa em pleno domingão sem futebol para assinar um insosso abaixo-assinado contra o aluguel é, a bem da verdade, a inveja que sentem do Atlético e que está incrustrada eternamente em suas mentes. Têm os cotovelos inflamados porque é a Arena da Baixada que irá sediar os jogos da Copa do Mundo. São incapazes de admitir que o Furacão já foi muito mais longe do que o coxa em âmbito continental e é conhecido como o “Paranaense” em outros países. Também lhes causa irritação o nosso grande crescimento pós-1995, com a construção da Arena da Baixada e do Centro de Treinamento do Caju, as conquistas da Seletiva para a Libertadores e do Campeonato Brasileiro de 2001, e também as consecutivas participações em campeonatos internacionais, que exigem classificação, claro, não como os meros torneios de compadres aos quais o time verde foi convidado ao longo de sua história.

Portanto, Couto Pereira? Não, dispenso! Salvo tudo o que eu já relatei neste texto, confesso que sou meio supersticioso e acredito que o local já trouxe tanto azar para os verdes que jogar mais de duas vezes no ano por lá pode transferir a uruca. Bate na madeira!

PS* Desculpem a temporária ausência, atleticanos, mas mudança residencial não é tarefa fácil… Definitivamente!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

7 comentários

  1. Rodrigo Vilela (Santos-SP) disse:

    Sensacional análise!!

    [Reply]

  2. Davi Macedo disse:

    Valeu Rodrigo!!! Obrigado por ler a coluna!

    Grande abraço!

    [Reply]

  3. Gabriel Podolan disse:

    Grande Davi. Excelente análise da situação. Valeu.

    [Reply]

  4. Matias disse:

    Os verdes sempre se contentam com pífias vitórias!!!

    [Reply]

  5. João disse:

    É isso aí!

    [Reply]

  6. Paulo disse:

    Como já havia dito, prefiro que o fFuração jogue no Emilio Gomes em Irati, afinal os Iratienses são 100% Furacão.Jogar no couto jamais pois eles não merecem receber o nosso FURACÃO lá…fUI.

    [Reply]

  7. Davi disse:

    É uma boa alternativa Paulo! Desculpe por não ter lembrado do saudoso Emílio Gomes, com certeza o Furacão estaria bem instalado.

    Saudações Rubro Negras!

    [Reply]

Gostou? Não? Comenta aí: