Canelada

Home | « Todos os posts do Furacão

Vélez x Atlético PR / Pós jogo

por
26/02/14

Treinadores chegam e com eles o seu currículo, pois através dele podemos fazer uma análise inicial da sua capacidade técnico/tática, como também de sua experiência na função. Mas o que realmente vai importar? Os resultados das partidas, pois neles estão a segurança da permanência no cargo.

Antes também de qualquer avaliação precipitada, procuramos verificar a forma com que o time joga, se existe um padrão de jogo, qual esquema tático utilizado, a função de cada jogador, etc. Especificamente no Atlético PR, os jogadores profissionais estão treinando há mais de 1 mês onde disputaram pela Libertadores a segunda partida no seu grupo 1, como também duas partidas pela pré fase de grupos e ainda não enxergamos um padrão de jogo na equipe. Quando um grupo não possui o entrosamento desejado em função de ainda não se conhecerem, o treinador pode compensar isso com jogadas ensaiadas nos escanteios, nas faltas, forma de jogar em contra ataques, etc. Ainda não vimos isso no Furacão!

Ontem a partida pela Libertadores onde enfrentamos a equipe do Vélez Sarsfield(Arg) fora de casa, foi um exemplo disso. Um time que pouco produziu em campo, com uma formação tática na qual não está acostumada a jogar, procurou ficar atrás esperando por uma única oportunidade para abrir o placar. O que não aconteceu! Saímos de campo derrotados pelo placar de 2×0, com gols de Tobio aos 37″min do primeiro tempo e Pratto aos 35″min do segundo tempo. Resultado esse que até poderia ser considerado normal pelas circunstâncias, mas o mínimo que poderíamos esperar do Furacão era uma melhor postura em campo.

Outra coisa que chamou a atenção foram as substituições feitas e em especial a do jogador Adriano “Imperador”, onde como todos sabíamos ele teria condições de jogar 45″min em função de ainda estar recuperando sua forma física, o que não aconteceu uma vez que o técnico Miguel Ángel Portugal solicitou que ele aquecesse desde o inicio da segunda etapa, vindo à colocá-lo somente no final da partida, aos 37″min, já com as desvantagem dos gols e ainda sacando o outro atacante. Na minha opinião foi um erro fatal onde à partir desse jogo ele pode começar a perder o comando do grupo! Deveria sim ter feito as alterações necessárias no intervalo, quando se perdia de 1×0, pois poderia empatar ou até mesmo reverter o placar.

Os jogadores sabem quando um treinador conhece sobre futebol ou tenta “inventar” certas coisas, e pelo pouco que vimos é o que está acontecendo. O Brasil tem uma cultura totalmente diferente dos países europeus e sulamericanos e eu acho que o nosso técnico ainda não sabe disso . Vamos aguardar o próximo confronto da Libertadores, onde temos a obrigação da vitória, mesmo sendo fora e casa, uma vez que a equipe do Real Universitário do Peru ainda não pontuou, mostrando pelos resultados ser a mais fraca desse grupo. Vitória essa essencial para um time que quer buscar a classificação! Temos que melhorar muito, mas como um bom atleticano digo:- “…Eu Acredito!”

Classificação atual:-

Libertadores/Grupo 01:-

Vélez Sarsfield(Arg) – 06 pontos (saldo +03 gols)
The Strongest(Bol) – 03 pontos (saldo 00 gols)
Atlético-PR(Bra) – 03 pontos (saldo -01 gols)
Real Universitário(Per) – 00 pontos (saldo -02 gols)

null

null

“… A TORCIDA NOS UNE E A UNIÃO NOS FORTALECE…”

Abratz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

2 comentários

  1. Rafael Graminho disse:

    Possivelmente a maior cagada desde a derrota para o menguinho, tenha sido a contratação o Miguel Angel Portugal.

    [Reply]

  2. Carina Reis disse:

    Eu acredito tambem! Sempre!

    [Reply]

Gostou? Não? Comenta aí: