Canelada

Home | « Todos os posts do Fogão

Bot x Flu na Arena Pernambuco. Prejuízo, bairrismo e as placas mais vistas no estacionamento.

por
10/07/13

 

Viram o borderô do jogo Botafogo x Fluminense na Arena Pernambuco? O “clássico vovô” teve renda de 368 mil – com um pouco menos de 8 mil pagantes. O detalhe é que só o aluguel do estádio foi de 270 mil. Juntando o aluguel mais uma série de despesas, tivemos 41 mil de prejuízo. Está bom ou quer mais?

 

 

Reação negativa dos torcedores pernambucanos

A maioria dos torcedores dos times locais foi contra  a realização do clássico carioca na Arena. Pernambuco é um dos poucos estados nordestinos a “resistir” à invasão de clubes do Sudeste. Existe um orgulho muito grande em torcer para um time local, em ser pernambucano. É um orgulho histórico. Algo muito parecido acontece no Rio Grande do Sul em relação aos gaúchos.

Sobre o domínio de torcidas em Pernambuco, hoje em dia, a maior por lá é a do Sport e em 2º está a do Santa Cruz. Flamengo vem em 3º e Náutico em 4º. Talvez o único estado do Nordeste em que Flamengo ou Corinthians não estejam em 1º lugar em número de torcedores. A Bahia também entra nessa briga, talvez a torcida por um time local lá seja maior.

A torcida do Flamengo é muito maior no interior de Pernambuco.  Nesse lugar, tem muita antena parabólica que só pega Globo Rio e  não pega Globo Nordeste. O que acham?

 

Movimento Popular Coral

Já ouviram falar? Esse movimento convocou os torcedores do Santa para comparecerem ao Arruda no último domingo no jogo Santa Cruz x Cuiabá e, com isso, conseguir mais público que o clássico carioca.

Botafogo x Fluminense, na Arena, às 16h, 07/06/13 – 9.669 mil torcedores.

Santa Cruz x Cuiabá, no Arruda, às 19h, 07/06/13 – 18.550 mil torcedores.

 

De onde vieram grande parte dos carros e do transporte coletivo para a Arena no clássico carioca?

Segundo o jornalista Cassio Zirpoli – do Diário de Pernambuco, o repórter João de Andrade, do Superesportes, verificou a origem de parte dos ônibus e vans que chegaram através das rodovias federais BR-408, BR-232 e BR-101.

A maioria veio da Paraíba e de Alagoas. Veja as fotos.

 

 

O que acham? Jogar fora do Rio pode ser muito bom para o clube. Atingir os “esquecidos” torcedores botafoguenses do Nordeste, promover os planos do sócio torcedor, jogar para casa cheia. Mas existem outros lugares mais receptivos ao Botafogo. Concordam?

 

Bairrismo

A questão do bairrismo pode ser incômoda para a gente, mas para os pernambucanos, entre outros, é uma questão de sobrevivência do seu futebol. Em Goiás, esse ‘movimento’ começou a ganhar força com o então técnico Hélio dos Anjos. Na época, o Goiás enfrentaria o Flamengo pelo Brasileirão, e o Hélio chegou a declarar que quem torcesse para o time carioca ‘não era goiano’.

Vocês lembram que o Coritiba foi eliminado por um time do Amazonas, o Nacional-AM, pela Copa do Brasil em maio deste ano? O Amazonas não tem clube grande, nem tradição no futebol. Deem uma olhada na declaração do técnico do do Nacional-AM, o Aderbal Lana:

“A gente tem que ter um pouco mais de bairrismo, parar de torcer para Vasco, Flamengo e ver os clubes da capital do Amazonas que tem procurado crescer e estão se organizando para isso. Somos uma cidade com quase dois milhões de habitantes e sem identidade no futebol. Aqui só se fala em Vasco e Flamengo. Na época do São Raimundo (na Série B) não se via tanto. Mas agora, vamos tentar colocar o Nacional em destaque.” Preciso dizer mais alguma coisa?

Lendo e pesquisando mais sobre esse assunto, agora compreendo essa questão. Vocês acham tudo isso um tanto exagerado? Entendem a questão do bairrismo? Acham que fariam a mesma coisa? Acharam uma boa o clássico ter sido em Pernambuco?

 

Agradecimentos:

Aos jornalistas esportivos do Diário de Pernambuco Cassio Zirpoli e Joao de Andrade Neto pelas fotos das placas e informações.

Ao amigo,colunista e torcedor fanático pelo Sport, José Henrique Mota, pelos esclarecimentos e notas.

 

Curta, desabafe, compartilhe,  manifeste-se,

comunique-se pelo twitter ou comente aqui embaixo! A casa é sua.

Saudações alvinegras. Estamos juntos nessa.

https://twitter.com/paula_voleio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

30 comentários

  1. Paulo Reis disse:

    O lance é jogar no Maracanã para acabar com esse tipo de problema. Mas tá caro…

    [Reply]

  2. Gustavo Simões disse:

    Interessante o post. Não achei bom negócio. Falaram que fortaleceu a marca… sei não…

    [Reply]

  3. Marco Antônio Rodrigues da Cunha Jr. disse:

    Tinham que jogar em Brasília, como está fazendo o Flamengo, lotando o Mané Garrincha..

    [Reply]

  4. Paulo Henrique Ribeiro disse:

    dizem que a gente tem torcida grande em um monte de lugar. fiquei surpreso com a escolha de pernambuco. vai entender…

    [Reply]

  5. Marcus França disse:

    A verdade e que, Botachoro e Florminense não tem torcida fora do Rio…

    [Reply]

  6. Cláudio Sardinha Ribeiro disse:

    Fogao vem pra Brasília…vamos lotar o estádio

    [Reply]

  7. Ana Paula Voleio disse:

    Seria ótimo fazer um jogo aí! Vamos ver…

    [Reply]

  8. Ana Paula Voleio disse:

    Com certeza. Vai ajudar muito.

    [Reply]

  9. Ana Paula Voleio disse:

    Marcus, obrigada pela visita. Zoação também faz parte do futebol. Saudações alvinegras.

    [Reply]

  10. Ana Paula Voleio disse:

    Muita gente gostaria disso. Eu gostaria de um trabalho forte com o Nordeste, temos força lá.

    [Reply]

  11. Ana Paula Voleio disse:

    Eu entendo pouco desse lance de fortalecer a marca. Fiquei de pesquisar mais…

    [Reply]

  12. Ana Paula Voleio disse:

    Todos nós ficamos. Eles sabiam do bairrismo de lá…

    [Reply]

  13. Lauro Rogério disse:

    Só um detalhe… O Santa tem a maior torcida do Nordeste… colocar o Sport como a maior torcida de Pernambuco é uma fonte furada….

    [Reply]

  14. Ana Paula Voleio disse:

    Eu pesquisei nestes 2 linksi. Dá uma olhada:
    http://blogs.diariodepernambuco.com.br/esportes/?p=78383
    http://globoesporte.globo.com/platb/teoria-dos-jogos/2013/03/20/a-pesquisa-da-vez-recifepe-tabulacoes-exclusivas/
    Saudações alvinegras.

    [Reply]

  15. Ana Paula Voleio disse:

    http://blogs.diariodepernambuco.com.br/esportes/?p=78383

    [Reply]

  16. Lauro Rogério disse:

    Tricolor dispara para ter a maior média de público local pelo quinto ano seguido
    Postado em: 15 de abril de 2013 por: Cassio Zirpoli —
    A torcida presente no Clássico das Multidões no Arruda alavancou de vez o Santa Cruz para a maior média de público do Estadual. Deverá ser o quinto ano consecutivo. Foram 33.063 torcedores, aumentando para seis mil pessoas a diferença sobre o índice do Sport, que não tem a maior média desde 2008.
    Nas quatro temporadas anteriores as médias corais no certame local foram as seguintes: 16.685 (2009), 17.986 (2010), 25.838 (2011) e 26.642 (2012).

    [Reply]

  17. Ana Paula Voleio disse:

    Eu disse MAIOR torcida, não disse MAIOR MÉDIA de público…

    [Reply]

  18. Recifogo disse:

    Estavamos lá, Ou melhor estamos aqui, os Cariocas Botafoguenses que moram em Recife, sofrem com preconceito, escrachado e sem vergonha, não podemos falar mal de GAY mas eles podem esculhambar a gente, rejeitar, mal tratar, xingar e tudo bem. Querem que nos transformemos em torcedores dos péssimos times locais, como se esses times daqui valessem alguma coisa. São pessoas pequenas bairrstas, preconceituosas, vamos dizer o verdadeiro preconceito no Brasil esta no NE, infelizmente.

    [Reply]

    Ana Paula Voleio Reply:

    @Recifogo, Não sabia que o lance era tão sério. Um amigo meu contou que o bicho pega mais quando é o pernambucano a não torcer para um time local. Mas eu acredito em você. Situação lamentável.

    [Reply]

  19. Marco Antônio Rodrigues da Cunha Jr. disse:

    Descordo, Marcão!! Trás o clássico para Brasília pra você vê…!!

    [Reply]

  20. Diogo Mendonça disse:

    Como torcedor do Náutico e como Pernambucano eu não consegui entender o mimimi que alguns torcedores do Estado criaram pelo jogo ser aqui. Já esperava o público fraco do clássico Carioca, não por questões de aversão ou de resistir à “invasão” dos times de fora, mas justamente porque os três grandes daqui têm torcida. Não era questão de não querer os times aqui, era questão de lógica mesmo.

    A maior parte do movimento veio do Santa Cruz, que jogava no mesmo dia. Era medo de perder público do jogo para os Cariocas, já que em até jogo do Náutico você vê torcedores do Santa, imagina no de outros times em que a rivalidade não é tão grande? (não resisti, tive que cutucar os pivetes da série C).

    Tem que parar de frescura e entender que a Arena é um local privado e que bota lá quem ela quiser, você não gosta do que vai ter lá? Simplesmente não vá, viva sua vida 😀

    Claro que você tem todo o direito de se expressar, mas eu acho que o grande vilão da falta do crescimento do futebol Pernambuco (e do Norte e Nordeste como um tudo) são os próprios times que não buscam se valorizar. Tiro pelo Náutico, que tinha tudo pra ter um 2013 brilhante, mas os dirigentes fizeram um belo favor de dormir os seis primeiros meses do ano. Qual o torcedor que vai encher estádio pra ver time ruim?

    Bora parar de frescura, cada um sabe o time que torce, o time que ama. Você não vai deixar de ser alvirrubro, rubronegro ou tricolor porque Botafogo x Fluminense foi aqui.

    [Reply]

    Ana Paula Voleio Reply:

    @Diogo Mendonça, Interessante sua opinião. O que li de alguns torcedores pernambucanos, é que eles acreditam que a imprensa e o futebol do Sudeste força uma barra para conseguir mais torcedores no Nordeste. É uma questão que não dá para a gente ignorar. Mas eu entendo o que você quis dizer.

    [Reply]

  21. Diniz Cavalcanti disse:

    "Movimento Popular Coral.

    Já ouviram falar? Esse movimento convocou os torcedores do Santa para comparecerem ao Arruda no último domingo no jogo Santa Cruz x Cuiabá e, com isso, conseguir mais público que o clássico carioca."

    Esperava realmente que a galera deixasse de ir pro jogo do seu time pra ir ver um jogo de dois times que não tem nada a ver?

    [Reply]

  22. Ana Paula Voleio disse:

    Não, Diogo! Acho que você não leu meu texto direito! Ao contrário, eu acho o bairrismo MUITO IMPORTANTE para o futebol pernambucano. Eu escrevi isso!
    "A questão do bairrismo pode ser incômoda para a gente, mas para os pernambucanos, entre outros, é uma questão de sobrevivência do seu futebol."
    Eu achei muito interessante o Movimento Popular Coral. Realmente você não entendeu minha colocação. Foi isso.
    Saudações alvinegras.

    [Reply]

  23. Ana Paula Voleio disse:

    Lembrando do nosso jogo em 2013 contra o Sobradinho lá na casa deles. Parecia até que a casa era nossa de tanto botafoguense dentro.

    [Reply]

  24. Diogo Mendonça disse:

    @Ana Paula Voleio,

    Isso da imprensa forçar a barra sempre houve, a diferença é que hoje em dia o forçar a barra é mundial, porque o tanto que Real Madrid, Barcelona, Man Untd e outros da vida têm de destaque no Brasil não fica muito atrás de Corinthians, Santos, Flamengo, Fluminense e muitos outros. Acho que décadas atrás, quando a TV era o principal meio de comunicação, isso era mais forte, mas hoje com PFC pra tudo que é canto mostrando todos os jogos, tá caindo por terra.

    Os times do NE têm que parar com a síndrome de coitadinhos e partirem atrás do sucesso. O Náutico tem a pior verba da Série A, em 2012 foi a pior cota também. Do ano passado pra cá ganhamos mais dinheiro, garantimos vaga na Sul-Americana, mas o time piorou. Onde é que isso é culpa dos times do Sul e Sudeste ou da imprensa?

    Vide o Sport, clube dos 13 (ou ex, não lembro), com verba gigante, mas que conseguiu ir parar na Série B e perdeu o estadual pro Santa Cruz pelo terceiro ano seguido. Quer torcedor do interior? Vai lá pô, investe, faz acontecer. Não é pra ficar esperando a mídia ter o que mostrar, mas sim dar motivos pra imprensa dar pauta ao seu time.

    É amadorismo de gestão combinado com medo besta do torcedor. Por mim pode ter o clássico que for de fora na Arena PE, não me incomoda (contato que não prejudique o Náutico).

    [Reply]

    Ana Paula Voleio Reply:

    @Diogo Mendonça, Interessante. Vale observar a questão do coitadismo mesmo. Mas, mesmo conseguindo grandes verbas, estas não chegam aos pés dos clubes do Sul. Nisso vocês saem perdendo.

    E bem lembrado, o “forçar a barra” é mundial. Daqui a pouco será raro aqui no Sudeste um torcedor não ter um segundo time internacional para torcer.

    [Reply]

  25. José Wilker disse:

    Confesso que não sei se aqui em Fortaleza e regiões próximas a massa Botafoguense é tão grande quanto o Botafogo precisa, mas gostaria que viessem jogar aqui. Quero muito ver o Fogão jogar. Ana Paula parabéns pelo post e pela beleza. É minha primeira vez no site, mas gostei e voltarei. Abraços.

    [Reply]

    Ana Paula Voleio Reply:

    @José Wilker, Obrigada, José. Acredito que seria bacana um jogo aí. Vamos ver.
    Saudações alvinegras.

    [Reply]

  26. Edson Soares Ribeiro Junior disse:

    Infelizmente o público foi ridículo, mas o que eu não entendo direito é porque está havendo tanta dificuldade do Botafogo marcar partidas no Mané Garrincha..

    [Reply]

Gostou? Não? Comenta aí: