Canelada

Home | « Todos os posts de Caneladas Sortidas

A tragédia e a grandeza. Da Chapecoense e do Futebol

por
30/11/16

Difícil escrever sobre algo tão pesado, tão pouco tempo depois de uma linda festa de título. Mas ninguém mais pensa em troféu quando vemos vidas indo embora. O ano do futebol acabou de uma forma que ninguém gostaria que acabasse.

É uma tragédia para todos, claro, como todo desastre aéreo. Todos se chocam com a notícia da queda de um avião, e com tantas mortes sendo levadas em um único instante. Mas para quem respira futebol, dói mais. Dói por tudo que a Chape simboliza para o esporte. Dói por acompanharmos o sucesso de um time que desafiou as hierarquias da grandeza do futebol Brasileiro, e se colocou entre clubes centenários, cavando sua vaga no lugar de times com camisas pesadas. Um time modesto, mas valente. Correto, limpo, digno. Que mesmo nascendo tarde, se preparou para voar longe, sem nunca dar um passo maior que sua perna. De ano em ano ele sempre evoluiu.

Lembro de quando a Chapecoense subiu em 2013, já que como palestrino tive de acompanhar de perto o campeonato, e o time que mais incomodou o Palmeiras foi justamente o modesto time de Chapecó, que jurávamos que cairia no ano seguinte à subida. Mas permaneceu. E no ano seguinte. E no outro. Sempre subindo na tabela, incomodando os grandes e ganhando o respeito de todos. Justo esse ano vivia o melhor momento de sua jovem história, com uma respeitosa classificação no Brasileiro e uma brilhante campanha continental, no melhor trabalho da carreira do Caio Jr. É bizarro pensar que tudo isso simplesmente acabou. Todo o trabalho, todo o sonho, tudo. E com todos os responsáveis por esse sucesso no voo. Dirigentes, jogadores, comissão.

Mas além dessa perda imensurável, o que me comoveu foi a repercussão e a solidariedade de todos os cantos. O mundo está vendo o lado mais lindo do futebol em meio a sua maior tragédia. Centenas de times ao redor do mundo mostrando um apoio maravilhoso. São incontáveis ações.

-Times da Serie A querendo dar imunidade à Chape e emprestar jogadores de graça, para reerguer o clube;
-O Atl. Nacional cedendo o título da Sul-Americana;
-Todos os times do Brasil mudando seus escudos para o da Chapecoense, num dia em que o Corinthians “pintou” seu site de verde, e o Palmeiras vestiu preto, demonstrando que cores e rivalidades não estão acima do respeito ao próximo;
-Clubes na Inglaterra com um minuto de silêncio. Especialmente o de Liverpool e Leeds arrepia;
-Libertad-PAR Disponibilizando seus jogadores para jogar em nome da Chapecoense;
-Benfica-POR Oferecendo jogadores também;
-Faixa de torcidas na Dinamarca;
-Palmeiras vestindo o uniforme da Chape no próximo jogo;
-Clubes argentinos como Racing e Huracán jogando a próxima partida com o escudo do time catarinense no peito;

Fora as faixas, mensagens de jogadores, e até manifestações em outros esportes pela Chapecoense. Da NBA ao MMA, todos homenageiam os campeões de Chapecó, monumentos ao redor do mundo foram “pintados” de verde, chefes de Estado apresentaram condolências…enfim, não daria para eu enumerar tudo, então paro por aqui.

E isso explica muito sobre o que o Futebol representa para todos. Ele é tradição, amor e vida, não um passatempo. Aliás, enquanto acompanhamos a bola rolar, estamos acostumados a viver intensamente. Com a vibração única do gol, com as lágrimas de alegria nas conquistas, e com a dor das derrotas. No futebol tudo se aflora, mas é em um momento de morte que mostramos a todos o quanto esse esporte é muito mais do que um mero jogo. É uma “parábola” linda da nossa humanidade. É prova de união, confraternização e respeito entre todos. Onde ingleses, paraguaios, japoneses e brasileiros se entendem, se conhecem, se respeitam. Todos nós entendemos a dor da Chapecoense, porque essa dor é nossa. O futebol hoje mostra que é mais do que rivalidade, é união. A alegria e o sucesso da Chape eram nossos, assim como sua tristeza. O mundo da bola chora por eles, que tanto jogaram e venceram por nós.

Que não nos esqueçamos dos campeões que se foram. Toda força para os familiares e amigos. E que a Chapecoense se torne mais um exemplo, dessa vez de superação e persistência. É nosso dever não deixar essa história terminar assim. Que os clubes e federações continuem com o apoio enquanto for preciso, e que os torcedores continuem mostrando ao mundo o que é apoio.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: