Canelada

Home | « Todos os posts de Caneladas Sortidas

Atletiba, assassinato e YouTube

por
20/02/17

Morte

O histórico Atletiba que não aconteceu ficou manchado com o assassinato absurdo de um torcedor do Coxa por um sargento da PM curitibana. Segundo a corporação foi um tiro acidental e eu me pergunto como um profissional que tem uma arma como instrumento de trabalho acidentalmente puxa a arma, põe o dedo no gatilho e “sem querer” aperta?

Das duas uma ou ele quis atirar ou não tem o menor preparo para fazer o que lhe foi designado. Em qualquer uma das hipóteses, o caso é grave, mas não é exceção, afinal segurança pública nunca foi uma prioridade do poder público no Brasil. Difícil (quase impossível) achar um PM devidamente preparado para eventos com grande público.

O problema da violência no futebol só será resolvido no dia que todos quiserem, mas hoje nem políticos, nem PM, nem “torcedores”, nem ninguém quer mexer neste vespeiro. Uns fazem de conta de tomam atitudes outros fazem de conta que acreditam e está tudo certo.

Por hora, se mata como se fosse algo normal, infelizmente!

Maior jogo da história

O maior Atletiba dos tempos modernos não aconteceu por questões políticas e de um presidente de Federação que se acha maior que os clubes. De um lado uma poderosa emissora de TV cujos prestígio e lábia não foram suficientes para comprar os direitos de transmissão (uns meros trocados, reclamaram os dirigentes) e a FPF cujo poder se mostrou menor que o imaginado.

Do outro, os principais atores do campeonato, rivais históricos, unidos por uma transmissão via internet de forma como nunca foi feito antes no Brasil. O poder nas mãos dos clubes, transmitir de uma forma diferente com um ar mais futebolístico e menos “frio”.

A transmissão por streaming ainda tem um poder não completamente explorado e talvez seja a solução para minar o poder de monopólio da TV aberta. A Globo surgiu, nos anos 80, com um cavalo branco prometendo ser a salvação da lavoura da falta de dinheiro no nosso futebol e ela tem seu papel na história do crescimento dos nossos torneios.

Todavia, ela passou a achar que é mais importante que os próprios clubes e seria a único pulmão pelo qual o nosso futebol nacional respirava. A Globo nunca entendeu que a via é inversa, pois ela precisa muito mais dos clubes que os clubes dela, afinal, TVs para passar o campeonato não faltam e agora com a internet as opções são ainda mais variadas.

Atlético e Coritiba fizeram história ontem e tomara que isso contagie os demais clubes. Os clubes podem muito mais, se unidos. Vamos torcer para que isso tenha o melhor resultado para clubes e torcedores!

 

Atletiba, assassinato e YouTube (foto: Diário de Pernambuco)

Atletiba, assassinato e YouTube (foto: Diário de Pernambuco)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: