Canelada

Home | « Todos os posts de Caneladas Sortidas

Venezuela verde e amarela

por
30/03/16

Venezuela verde e amarela não mete medo nem na seleção do Maduro, quem dirá no Paraguai

Em tempos de polarização política entre coxinhas e petralhas, na qual os primeiros acusam os segundos de estarem implantando uma “venezuelização” no Brasil, percebe-se que esta análise está errada em termos de construção de Estado e formação política.   Não obstante, este famigerado processo foi, lentamente, implantado naquele que já foi o maior orgulho esportivo da nação, a seleção brasileira.

Com uma Confederação formada pelo que há de pior em termos de dirigentes há décadas, a CBF comanda uma máquina de fazer dinheiro e não uma de jogar futebol. Não há a preocupação com o produto ou com sua subsistência, mas extrair enquanto não se vai para o Xilindró o máximo possível.

Não existe uma preocupação com a qualidade, tampouco com a regularidade que se joga ou em se pensar a coisa como um conjunto dos melhores atletas do, então chamado (há controvérsias), País do Futebol. Não, não somos o país do futebol e esse é um debate longo do qual já tratei em outro post.

Venezuela verde e amarela

Venezuela verde e amarela tem jogador que faz mais bico do que joga bola… (foto: twitter)

Existem qualidades na seleção? Claro que sim! Por mais que Del Nero, Gilmar e Dunga estejam no comando de tudo, há ainda talento natural brasileiro, único fio de esperança na canarinha. Como não há preocupação em formar jogadores para a vestir a amarelinha, existe ainda a mística da camisa pentacampeã que ainda faz muitos jovens jogadores a almejarem.

Dois pontos são cruciais para esta derrocada: a cultura boleira e a formação e uma quadrilha de negociatas na seleção. Vamos ao primeiro;

O jogador de base no Brasil quer primeiro jogar em um clube que lhe dê vitrine, depois ser vendido a um grande clube como Corinthians, Cruzeiro, Internacional ou Flamengo, se possível, nesse meio tempo, ter alguma convocação para a seleção de base, e aí ser vendido para China, Ucrânia, Quatar ou qualquer país desses que pague um super salário, mesmo em ligas de qualidade duvidosa.

Vale para o novo e “moderno” jogador brasileiro ter sua independência financeira acima de tudo e esta atitude é quase correta. Nada errado em querer ganhar bem, mas ao ser um atleta profissional, o lado esportivo deveria, ao menos em tese, pesar antes de se fazer uma escolha puramente financeira. Para esses jogadores vale fazer o “pé de meia” e voltar ao Brasil ser ídolo por mais dois ou três anos e qualquer destino depois desse é válido contanto que as cifras valham a pena.

Outra questão é que nossa canarinha é uma bancada de negociatas escusas e não à toa todos os seus dirigentes estão envolvidos em mais casos de corrupção que o PT, o PP, o PMDB e o PSDB juntos. Aí para resolver os problemas colocam um empresário de jogador para ser auxiliar do técnico. Pode dar certo? Jamais, vai virar um balcão de negócios oficializado e institucionalizado.

No Brasil existem jogadores com futebol muito superior aos de alguns que estão na seleção. Tomando por base o jogo de ontem, Fernandinho e Luiz Gustavo não jogam melhor que Rafael Carioca, do Atlético Mineiro e Rithely, do Sport, por exemplo; isso sem falar em Elias. Os três são meio campistas que marcam e saem muito bem para o jogo, o que nenhum dos dois que jogou ontem faz com qualidade. David Luiz não pode deixar, jamais, um zagueiro como Gil no banco e Felipe Luís não seria nem cogitado em tempos de outrora, mas como estamos em tempos de empresários ele é nosso titular.

Esta seleção tem um rumo certo: o fundo do poço, porque empatar com o Paraguai é quase uma derrota!

#7x1foipouco

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

2 comentários

  1. Rodrigo Vieira disse:

    Zé, você sabe que sou muito fã dos seus posts. Esse não seria diferente. Foi cirúrgico na aorta!

    Ou acordam ou acabou Copa2018!

    Abraços

    [Reply]

    José Henrique Mota Reply:

    @Rodrigo Vieira, Obrigado amigo! Tomara que acordem antes que não sejamos a única seleção a ir em todas as copas!

    [Reply]

Gostou? Não? Comenta aí: