Canelada

Home | « Todos os posts de Caneladas Táticas

Coritiba F.C – Exemplo de 3-5-2 ofensivo

por
7/11/10

Sempre digo que um time bem montado no 3-5-2 não é retranqueiro. Prova disso é o excelente trabalho que Ney Franco faz no Coritiba F.C.

Líder do Brasileirão 2010 – Série B o Coxa tem 60  gols marcados (segundo melhor da competição) e 41 gols sofridos. São números bons que demonstram o quanto ofensivo é o time da capital paranaense.

Ney Franco apostou numa defesa forte só que um pouco lenta. Muito boa nas jogadas aéreas, mas que sofre ao ser combatida com tabelas e jogadas de profundidade.  Sofre um pouco mais porque o bom volante Leo Gago também apóia muito e por muitas vezes não faz a proteção necessária para o esquema defensivo.

Do meio pra frente o time é diferenciado. Possibilita a Ney Franco jogar com várias formações. Fixos somente os alas Triguinho e Fabinho Capixaba. Bem abertos pelas pontas os laterais tem carta branca para apoiar em conjunto o ataque. São muito acionados com inversões de jogo e avanços até a linha de fundo.

O técnico Coxa Branca pode optar por uma formação mais ofensiva usando dois meias (Tcheco e Rafinha) e dois atacantes (Marcos Aurélio e Leonardo). Também pode pensar em popular ainda mais o meio campo com jogadores de meio que chegam a frente como Enrico e Dudu.

O Coxa é um time muito rápido do meio para a frente como muita movimentação e jogadas de linha de fundo. Também é muito bom em jogadas de bola parada com Tcheco e Leo Gago que por muitas vezes usam os grandalhões da zaga para completar o lance para o gol.

De certo, Ney Franco da uma aula para aqueles que acham o sistema 3-5-2 coisa de técnico retranqueiro e por diversas vezes usando um 3-5-1-1 mas nunca perdendo suas características defensivas.

Parabéns Coritiba F.C pela excelente campanha na Série B e conseguindo antecipadamente o acesso a Série A do Futebol Brasileiro.

*post dedicado ao amor da minha vida que ama muito o verdão do Alto da Gloria.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: