Canelada

Home | « Todos os posts de Caneladas Táticas

Questões a serem respondidas

por
4/07/10

No fim, todos estavam certos…

E acabou-se o que era doce. Nada de Hexa para nós.

Eu estou particularmente bem triste pelo o que aconteceu. Eu banquei essa seleção do Dunga. Banquei seu esquema tático e sua convocação. Tinha toda convicção que seriamos campeões mundiais.

Imaginava grandes atuações de Kaká. Sonhava com dribles desconcertantes de Robinho. Gols de raça de L. Fabiano.  Previa uma seleção compacta e equilibrada na defesa.

Errei.

Mas como eu iria prever que inúmeras coisas estranhas aconteceriam nessa Copa? Principalmente com a nossa seleção.

Não sou partidário da Teoria da Conspiração. Mas venhamos, algumas questões precisam ser respondidas.

*** Julio Cesar jogando com colete para dores nas costas

*** Kaká visivelmente com a cabeça e o corpo doentes

*** Jogadores incrivelmente descompensados emocionalmente

*** Mais uma guerra de interesses entre nossa televisão/CBF/FIFA e nosso treinador descabeçado

Sobre Julio Cesar

Não entendi nada. Ele estava ou não machucado? Tinha ou não condições de jogo? Julio Cesar com colete para uma lesão nas costas é melhor que os nossos reservas?
No meu entendimento a coisa é muito clara. Faltou hombridade do Julio e de todos da comissão técnica da seleção. Nunca na história do futebol – Lula Feelings – um goleiro jogou com um colete nas costas. Isso significa que ele estava realmente machucado. Se pegar o momento em que a TV mostra Julio Cesar tendo que tirar a camisa – mostrando o colete – dá pra ver nitidamente que ele estava bravo e preocupado. Fácil de entender uma vez que o “segredinho” havia sido revelado. Pra mim isso mostrou o despreparo de toda a comissão técnica. Omitir a contusão de um dos melhores atletas da nossa seleção.

Sobre Kaká

Falar sobre Kaká será o mesmo que falar de Julio Cesar. Jogou machucado, sem condições e sempre com aval de toda a comissão técnica que dizia: “O Kaká nunca esteve tão bem e recuperado.” Para mim o Kaká só foi para África do Sul aprender a falar palavrão. Faltou hombridade dele em – boleiramente falando – pedir para sair.

Sobre a falta de calma

Sobre isso nem sei o que dizer. Parecia tudo bem. Nas entrevistas, nas filmagens dos treinos, nas notícias que chegavam sobre a concentração. Tudo perfeito. Um ambiente alegre e normal. Bastava a bola rolar e a transformação estava feita. Robinho, L. Fabiano, Felipe Melo e Maicon, desde os amistosos, estavam – outra vez futebolisticamente falando – pilhados. Gritos, pontapés, palavrões e reclamações. Foi essa a cara dessa seleção.

Sobre a guerra Dunga x Globo/CBF/ FIFA

Isso era algo que pensei que não aconteceria. A Globo fez o papel dela. Gozando de boa amizade com Ricardo Teixeira preparou entrevistas, exclusivas, chamadas para os telejornais e programas dominicais. Pagou, é claro que pagou e caro, para ter isso. Dunga disse não. Aqui não. E pronto. A guerra estava armada. O quanto isso prejudicou a equipe? Não sei dizer. Mas sei que a FIFA fez vistas grossas. Ela mesma adora tratar o Brasil como espetáculo e nessa Copa cagou e andou para a seleção. A tratou como uma seleção qualquer. Sem regalias, sem esquema especial. Das copas que assisti essa foi a que a FIFA deu menos importância ao Brasil. Porque? Não sei. Talvez pela cara de zangado do nosso técnico.

Só sei que foi triste. Especialmente para mim que acreditava tanto.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

2 comentários

  1. Marisa Buss disse:

    Se isso te consola, não foi só você que bancou essa seleção, eu também, contra todos aqui em casa. Me ferrei, tive que morder a língua.
    Eu só gostaria de saber o que foi dito naquele vestiário no intervalo do jogo, pelo Dunga aos jogadores ou por alguém ao Dunga, não sei.
    “Só sei que foi triste. Especialmente para mim que acreditava tanto”.

    [Reply]

    Anderson "Mené" Vieira Reply:

    Ah Mari. Não sei se houve no vestiário algo como “Então pessoal, vamos tirar o pé porque a Holanda já pagou e caro para passar de fase”.
    Mas acredito que faltou comando. Que faltou alguém para dizer para os jogadores: Calma, estamos classificados.

    O Problema da Seleção brasileira chama-se Ricardo Teixeira. Até ele sair de lá, sempre teremos a dúvida se jogamos por dinheiro ou por amo.

    [Reply]

Gostou? Não? Comenta aí: