Canelada

Home | « Todos os posts do Vovô

O bom filho à casa torna.

por
30/01/12

Como é bom ir ao estádio sabendo que, se nada acontecer errado, você vai ver um show de futebol.  Se não for do time todo pelo menos de um jogador.  O que jogou esse rapaz chamado Mota é brincadeira. Pode-se dizer que não foi a melhor apresentação que eu já vi. Mas foi o que me deu esperança de ver esse time melhor muito ainda.

Sabe quando você vai rachar e o seu time é muito ruim? E o outro pior ainda? Você até quer jogar a bola que sabe que pode jogar, mas é contaminado e se deixa dominar pela ruindade que reina no ambiente. Isso estava acontecendo com jogadores como o Juca. Deve ser triste pro cara matar uma bola lançada de 30 metros no peito, dominar e dar um toquinho pra um cara que perde a bola no domínio.

Quando o Mota pensou “vou pro meio do campo resolver essa parada” aquele velho Juca que nós conhecemos voltou a jogar e dominar o meio de campo. Pegava a bola, dominada e lá tava o Mota do lado pedindo a bola. Só um toque, no máximo dois, domina, toca e passa. Se viu alguém entrando no meio da zaga mete um bolão que muito meia por aí não consegue. O coitado do Ederson não conseguia nem acompanhar o pensamento do Mota. Duas enfiadas que ele pareceu achar tão bonito que ficou parado olhando e só depois lembrou que tinha que correr.

Bateu aquela nostalgia.  Ver o Mota no PV de novo é muito gratificante. É que nos lembra que ainda existe jogador de futebol sério e comprometido com o clube. Que os ídolos não morreram. Que você ainda pode confiar na palavra de alguém no mundo do futebol. Costumo dizer que o Mota é mais torcedor do Ceará que eu. Um exagero, lógico. Mas eu não sei se deixaria de ganhar 4 vezes mais pra jogar no meu time do coração.

Mota joga bola e cumpre o que fala. Nas promessas dele nós já sabemos que podemos confiar. Nada foi da boca pra fora.

O bom filho à casa torna. Os ruins vão embora e recebem o castigo justo da vida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

1 comentário

  1. Marcio Gomes disse:

    tá na hora de trocar os óculos o quê eu vi um ferroviário em cacarecos sem técnico com um jogador a menos durante 60 minutos e o sofrimento do ataque do ceará para fazer gols um de penalte outro de falta com a bola desviando na barreira pior cego é aquele que ñ quer ver

    [Reply]

Gostou? Não? Comenta aí: