Canelada

Home | « Todos os posts do Timão

FIM DO JEJUM DE VITÓRIAS DO CORINTHIANS!

por
26/05/16

TIMÃO JOGA BEM, E COM AS MUDANÇAS FEITAS PELO TÉCNICO TITE VENCE A PONTE PRETA EM ITAQUERA NA MANHÃ DESTE FERIADO DE CORPUS CHRISTI.

 

O Corinthians entrou em campo pressionado pelos últimos resultados e o início apagado no Campeonato Brasileiro 2016, a pressão foi tomada de proporções há muito tempo não visto mais no Parque São Jorge desde o rebaixamento do timão em 2007, após a diretoria receber lideranças de organizadas durante esta semana. Mas isso não deixou nosso treinador inibido, e parece que também não afetou o elenco, que respondeu com uma bela vitória por 3 gols a 0 em cima da “asa negra” corintiana, a Ponte Preta em Itaquera na manhã desta quinta-feira.

A partida começou bem morna, até os 9 minutos as duas equipes se estudavam e não avançavam muito ao ataque, mesmo assim o timão teve desde o início maior volume de jogo e a partir dos 14 minutos começou a se lançar mais ao ataque, e em uma bola enfiada pela ponta esquerda para Marquinhos Gabriel dentro da área, o mesmo avançou e fez um cruzamento forte para o meio, que o zagueiro Kadu da Ponte Preta mandou para o fundo das redes marcando contra, Corinthians 1×0 (Kadu aquele mesmo que em 2007 em um jogo contra o Atlético do Paraná também anotou contra deixando o timão na berlinda da segundona).

Comemoração de Bruno Henrique após o golaço diante da Ponte Preta.

Daí em diante o timão atacava e a Ponte se defendia, e isso se estendeu, até que aos 21 minutos do primeiro tempo em uma das subidas ao ataque, a bola é lançada na área da “macaca” e a zaga rebate mal, a bola sobra para Bruno Henrique que da entrada da grande área manda uma bomba de primeira para marcar um golaço e ampliar o placar do jogo. Apenas aos 30 minutos de bola rolando é que a Ponte fez uma boa trama em uma jogada pelo lado direito do seu campo de ataque, jogada perigosa que Giovanni Augusto que acompanhava a marcação mandou para escanteio. O Corinthians voltava a ficar em cima da Ponte, e em uma jogada pela direita do ataque do timão Marquinhos Gabriel vai para cima da defesa adversária e invade a área sendo derrubado pelo zagueiro na frente do árbitro Elmo Resende, que nada assinalou, diga-se de passagem, que o gesto dele inclusive foi de marcação. E assim foi o primeiro tempo do confronto na Arena Corinthians.

As equipes retornaram para a segunda metade do jogo, com o Corinthians mantendo a mesma formação, porém, a Ponte Preta mais organizada e calma em campo. A “macaca” atacou e empurrou o timão para seu campo de defesa e aos 3 minutos arrisca um chute cruzado dentro da área pelo lado direito em uma bola metida para Thiago Galhardo finalizar e Walter defender sua primeira bola na partida. A pressão durou pouco, já aos 8 minutos do segundo tempo o timão já equilibrava novamente o confronto, e aos 15 minutos Fagner invade a área da Ponte e cruza rasteira para meio visando Luciano, a zaga tira de qualquer maneira, e a bola se oferece para Guilherme que na entrada da grande área coloca ela com muita categoria no ângulo passando muito próximo da trave. O timão novamente se impôs na partida e começou a manter mais a posse de bola, controlando o ritmo do jogo.

Tite começou a mexer na equipe aos 30 minutos do segundo tempo, quando tirou Giovanni Augusto para a entrada de Marlone. A mudança não mudou muito, o garoto entrou sem muito ritmo e apenas cumpriu seu papel nos minutos finais, assim como André “Balada” e Guilherme Arana que entraram nos lugares de Luciano e Uendel respectivamente (vale ressaltar que Uendel saiu em virtude de um desconforto muscular). A torcida presente em Itaquera, ou pequena parte dela chegou a descontentar novamente nosso comandante quando o mesmo pediu para pararem de vaiar a substituição de Luciano, marcando definitivamente o jogador André como principal alvo do descontentamento da massa pela má fase da equipe.

De fato o melhor do segundo tempo seria o golaço marcado por Guilherme de fora da área no ângulo do goleiro João Carlos, indefensável, e que marcou a goleada do timão por 3×0 na Ponte, deste momento em diante o Corinthians apenas diminuiu o ritmo do jogo e aguardava o contra-ataque que em algumas vezes até teve um começo com Marquinhos Gabriel pelas pontas do campo, mas sem aproveitamento. Final de jogo, e o Corinthians conquista sua primeira vitória no Brasileirão 2016, além de quebrar o jejum de vitórias após 32 dias.

Assim foi Corinthians e Ponte nesta manhã em Itaquera. O timão de fato jogou bem, deu uma breve apagada no início do segundo tempo, mas como um todo, voltou a mostrar vontade, que era o mais cobrado pela torcida.

Os jogadores se esforçaram muito diante das mais de 35 mil pessoas presentes na Arena, sendo que Cristian fez uma ótima partida, e em minha opinião foi o melhor em campo do lado corintiano. Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto também foram úteis, mas sem brilhantismo, inclusive Marquinhos Gabriel ainda precisa se encaixar melhor no esquema tático e principalmente, no entrosamento com o restante do elenco. Guilherme também foi mais econômico nesta partida do que na derrota para o Vitória, mas correu, batalhou pela bola, e quando foi acionado fez um golaço. Neste jogo nossa defesa foi consistente, Vilson que substituiu Balbuena servindo a seleção paraguaia foi bem, errou pouco, assim como Felipe e Uendel, mas o destaque da defesa foi novamente Fagner, voando em campo, não só na defesa quanto no apoio ao ataque.

Agora é aguardar para ver como o treinador Tite vai mandar o Corinthians a campo neste Domingo dia 29/05 às 11h contra o Sport no Recife.

 

\o/  VAI CORINTHIANS!

 Thiago Oliveira.

 

 

 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: