Canelada

Home | « Todos os posts do Timão

O Corinthians e as verdades sobre o Campeonato Brasileiro de 2005

por
23/04/11

Antes de qualquer coisa quero prestar um esclarecimento ao meu leitor. Se você é corinthiano, entenderá perfeitamente o que vou relatar a seguir. A você, meu carinho e minha eterna gratidão. Sabemos, perfeitamente, a maravilha que é ser torcedor do Sport Club Corinthians Paulista, clube ímpar no futebol mundial. E, justamente por ser diferente, temos de aguentar toda a sorte de perseguições e preconceitos. Mas isso, também já aprendemos a tirar de letra.

Se você torce para outro time, seja bem-vindo. Gosto que você esteja aqui, você também terá o meu carinho e o meu respeito, mas saiba que o que escrevo, você poderá não concordar e, sinceramente, não tenho a menor intenção de agradar você. Saiba que respeito todas as torcidas: desde a Portuguesa da Cidade Ademar (time da várzea paulistana) até o torcedor do Barcelona (hoje, o melhor time do mundo). Sou da opinião que grandeza não determina amor ao clube, como aliás já foi discutido amplamente aqui no Canelada. Mas o tamanho da torcida determina todo o resto. Também não sou de meias palavras, nem hipócrita. O Corinthians é grande. E não sou eu quem diz isso. Os fatos e números explicam-se por si mesmos. E sei que neste blog – de torcedor para torcedor – tenho uma bruta responsabilidade de representar uma das maiores torcidas do mundo.

É importante que se saiba, que desde a minha entrada no Canelada em janeiro passado, tenho pautado-me por matérias sobre o Corinthians, seus jogos e sua história. As poucas vezes que abracei a polêmica foram ou fruto de provocação ou por discordar da opinião da maioria. Por isso, não me entendam mal.

É preciso ressaltar, ainda, que este chavão de que o Corinthians é sempre beneficiado ou que os seus títulos são sempre comprados já virou tão lugar comum que nós nem ligamos mais para isso.

Devo registrar que, ao longo de 32 anos nos estádios, aliados à minha intensa leitura sobre o tema pela minha profissão (sou jornalista), tenho uma lista grande de equipes que foram beneficiadas várias vezes, até em copas do mundo, que se eu quisesse provocar faria um post sobre cada uma delas. Tenho muitas histórias para contar. Tem clube que ganhou comprado mesmo, principalmente nas divisões inferiores do futebol. Teve final de campeonato que o gol que valeu não valeu e o que não valeu, valeu. Teve final de Copa do Mundo que a bola não entrou, mas valeu. Teve final de Copa do Mundo que jogador expulso na partida anterior atuou. Teve time grande que apagou a luz do estádio quando marcou seu gol que o livrava do rebaixamento. Teve time rebaixado que na virada de mesa voltou à série principal. Teve jogador que saiu do aeroporto para entrar em campo e ser campeão. Teve time que saiu correndo de campo para não tomar uma goleada ainda maior. Teve goleiro que simulou contusão em partida de eliminatória de Copa. Teve jogo que enquanto determinava equipe não empatava, o jogo não acabava. Teve craque que agrediu adversário, era para ser expulso e o juiz não viu ou fingiu que não viu. Teve craque que marcou gol de mão em Copa do Mundo e virou Deus. Teve jogador que veio de contrapeso e virou ídolo. Teve jogador que saiu do banco, fez gol em mundial e calou a boca da torcida que lhe era contrária. Teve árbitro, hoje comentarista, que deu piti por causa de um urubu em campo. Teve título dividido porque o árbitro errou na contagem dos pênaltis. Olha… dá uma enciclopédia…

Saibam todos, enfim, que não há inocentes, nem anjos no futebol. O único Santos que eu conheço no futebol é o glorioso alvinegro da Vila famosa.

Pois bem. Uma das grandes bobagens que se comete é a tentativa de minimizar o quarto título do Campeonato Brasileiro conquistado pelo Corinthians em 2005. Obviamente que o campeonato teve problemas que rogo não mais acontecer, mas isso não tira o mérito do título corinthiano, quer queiram ou não. Como neste blog há um post sobre o tema e o mais belo alvinegro foi citado, sinto-me na obrigação de responder à altura, porque sou corinthiano, maloqueiro e sofredor, graças a Deus.

Vamos, enfim, aos fatos. O post é grande, mas se você chegou até aqui, vale a leitura até o final. Muitos já devem ter desistido no primeiro parágrafo.

A parceria MSI e Corinthians

A inveja dos clubes e torcedores rivais começou quando foi estabelecida uma parceria, ainda em 2004, entre a Media Sports Investment e o Timão. Dentro da mentalidade tacanha de parte dos adversários, o Corinthians nasceu para ser o time “da marginal sem número” e que dinheiro de fora só poderia ser “lavagem” de capital especulativo de investidores britânicos e russos. Antes e depois do Corinthians, outras parcerias de sucesso foram estabelecidas. Não citarei os clubes para não gerar mais polêmica e também não vou usar o Timão de escada para os outros, mas quando chega a nossa vez, as coisas sempre tem de ser diferentes.

Kia Joorabchian, presidente da MSI, montou um time que gerou ainda mais inveja. A MSI contratatou os jogadores argentinos Carlitos Tévez, Javier Mascherano e Sebá Domínguez; o chileno Johnny Herrera, os brasileiros Roger, Carlos Alberto, Gustavo Nery, Marinho, Marcelo Mattos, entre outros, para atuar no time. Esses jogadores ficaram conhecidos pelos torcedores e pela imprensa como Galácticos e aí, a dor-de-cotovelo comeu solta.

A Imprensa, que muitos dizem ser corinthiana, noticiava a cada semana as noitadas de Kia para desestabilizar o time. As idas e vindas de Tévez a Buenos Aires eram vendidas como negociações com outros clubes ou desrepeito ao Corinthians.

O importante era achar um motivo para desmerecer a equipe competitiva que foi montada. Infelizmente, um fator extracampo veio. Trata-se da Máfia do Apito que relatarei a seguir.

Aqui, cabe um parêntese. Não existe Imprensa corinthiana. Claro que há jornalistas que torcem para o Corinthians, como torcem para tantos outros clubes. O que há é apenas um jogo de interesses. A mídia sabe que, sem o Corinthians, o dinheiro não entra. Ninguém gosta do Corinthians, exceto nós, corinthianos. Aturam porque não há outra coisa a fazer diante da imensidão de sua torcida.

Os campeonatos do Corinthians em 2005

O Timão participou de três torneios. Foi vice-campeão paulista. Perdeu do São Paulo no sistema de pontos corridos. O Paulistão foi disputado em turno único e o Corinthians foi derrotado pelo Tricolor no confronto direto.

Na Copa do Brasil, o Corinthians foi precocemente eliminado. Depois de vencer o Figueirense por 2 a 0 num Pacaembu com mais de 34 mil torcedores, no jogo de volta o Timão foi derrotado pelos mesmos 2 a 0 no Orlando Scarpelli. Na decisão por pênaltis, o clube catarinense venceu por 3 a 2.

E aí vai a minha provocação. Se tudo que o Corinthians ganha é “roubado”, por que a MSI não comprou logo a Copa do Brasil, que dava a mesma vaga para a disputa da Libertadores em 2006? O Corinthians teria enfrentado o Paulista de Jundiaí (que foi o campeão), o Cruzeiro e o Fluminense. Não seria mais barato?

O começo do Campeonato Brasileiro do Corinthians foi péssimo. Empate com o Juventude na abertura do torneio no Pacaembu (2 X 2) e derrotas para Botafogo-RJ (1 X 3) e São Paulo (1 X 5). Aos poucos, o Corinthians foi se recuperando na competição e com resultados importantes diante de Flamengo (4 X 2), Brasiliense (4 X 2), Cruzeiro (4 X 3) e Ponte Preta (5 X 3). Mesmo com o início ruim, o Corinthians conseguiu já terminar o primeiro turno do Brasileirão 2005 na liderança, um ponto à frente do Fluminense. O Timão também era o dono do melhor ataque.

A Máfia do Apito

O árbitro Edílson Pereira de Carvalho protagonizou um dos maiores escândalos da história do futebol. Um grupo de investidores havia “negociado” com Edílson, até então, um do melhores árbitros de futebol do país e integrante do quadro da Fifa, para garantir resultados em que haviam apostado em sites. Descobriu-se a participação de um segundo árbitro no esquema, Paulo José Danelon. Ambos, Paulo José e Edilson, foram banidos do futebol e, depois, denunciados pelo Ministério Público por estelionato, formação de quadrilha e falsidade ideológica.

Onze jogos foram anulados e tiveram de ser realizados: Vasco X Figueirense, Cruzeiro X Botafogo, Santos X Corinthians, Juventude X Fluminense, Vasco X Botafogo, Juventude X Figueirense, Paysandu X Cruzeiro, Ponte Preta X São Paulo, São Paulo X Corinthians, Fluminense X Brasiliense e Internacional X Coritiba.

Ou seja: catorze clubes foram envolvidos na confusão. E não foi apenas o Corinthians que teve de repetir duas partidas. Isso aconteceu com Vasco, Figueirense, Cruzeiro, Botafogo, Juventude, Fluminense e São Paulo. Apenas pelo fato do Corinthians ter repetido dois jogos e vencido ambos em campo, e ainda fora de casa, arma-se uma ilação risível, de que os jogos foram anulados para beneficiar o clube de Parque São Jorge. Hilariante!

Edílson era árbitro de ponta. Apitava clássicos e jogos de alto nível, mas é patético tentar buscar nexo em algo sem nexo algum. Poderiam reclamar, e com razão, se os jogos não tivessem sido realizados e o Corinthians tivesse ganho os pontos no tapetão.

O Sport Club Internacional reclama que se os resultados tivessem sido mantidos, ele seria o campeão. Mas o próprio Colorado teve de refazer o jogo contra o Coritiba. Venceu por 3 a 2, como ocorrera na primeira disputa anulada. Poderia ter perdido e aí os queridos colorados iriam reclamar do quê? Na última partida daquele ano, o Inter foi derrotado pelo rebaixado Coritiba.

O Corinthians venceu, em campo, a partida contra Santos (que havia perdido) e contra o São Paulo (que havia empatado). Como poderia ter sido derrotado nas duas. E aí iriam reclamar do quê?

É importante ressaltar que dos onze jogos remarcados, nove tiveram seus resultados alterados nas partidas reeditadas. Ou seja, teria sido o Corinthians apenas o único beneficiado?

Pau que bate em Chico, bate em Francisco. E o Corinthians soube aproveitar a oportunidade que teve advinda de um escândalo que envolveu 70% dos clubes do campeonato. E aí, cada qual que chore o leite derramado.

A “final” antecipada

Em 20 de novembro, aconteceu a “final” antecipada daquele campeonato. Donos das melhores campanhas, Corinthians e Internacional empataram no Pacaembu por 1 a 1. O Timão, dirigido por Antonio Lopes, dominou amplamente a partida, como aliás já havia acontecido no primeiro turno, num empate de 0 a 0 no Gigante da Beira-Rio. O Internacional insistia nos chutes à distância e na retranca armada pelo seu treinador à época, Muricy Ramalho. O Corinthians parou nas mãos do excelente goleiro Clemer, que saiu do anonimato aqui no estado de São Paulo, sendo vice-campeão brasileiro pela Portuguesa de Desportos em 1996.

Tévez marcou no primeiro tempo e teve chances de ampliar, sem sucesso. Rafael Sobis empatou no início da segunda etapa, num belo chute de fora da área. No segundo tempo, precisando da vitória, a equipe gaúcha equilibrou a partida.

Aos 28 minutos da etapa final, o lance polêmico do jogo. O meia-atacante Tinga sofreu pênalti do goleiro Fábio Costa. O árbitro Márcio Rezende de Freitas não marcou a infração e ainda expulsou o atleta por simulação. Ele havia acabado de receber o cartão amarelo numa falta feita no corinthiano Rosinei. O lance é irretocável. A falta existiu e Tinga pagou um certo preço pela sua fama de cai-cai, mas que em nada tira o direito do Internacional em reclamar.

Eu nunca deixei de dizer que houve pênalti e sempre procuro reconhecer o mérito do adversário. Só que tem aquela velha história. Quantos pênaltis mal marcados ou nem marcados acontecem?

Mas façamos justiça. Marquemos o pênalti, que poderia ter sido defendido, errado, batido na trave ou entrado e o Inter vence por 2 a 1. Ainda assim, o Colorado seria vice-campeão brasileiro daquele ano. Isso porque na sequência, o Corinthians venceu a Ponte Preta (3 X 1) e o Inter derrotou o Palmeiras (2 X 1). Na última rodada, ambos foram derrotados. O Timão pelo Goiás (2 X 3) e o Inter pelo rebaixado Coritiba (0 X 1).

Ambos terminariam o campeonato com 80 pontos. Nos critérios de desempate, o Corinthians levaria vantagem. Teria igual número de vitórias (24), com o maior número de gols marcados e o melhor ataque da competição (87) e ainda o maior saldo de gols (29).

Ou seja: ainda que o pênalti fosse marcado, o Inter teria poucas chances pelo número de gols marcados pelo nosso ataque. E aí, vão reclamar do quê? O Corinthians não tem culpa, por exemplo, de ter vencido o Santos por 7 a 1 no segundo turno daquele ano.

A desculpa Dualib

Os adversários ainda recorrem a mais um fator inusitado para justificar seu estratagema. O ex-presidente Alberto Dualib, praticamente expulso do Parque São Jorge em 2007, teria afirmado que o campeonato de 2005 foi roubado.

Sejamos sinceros. A administração Dualib foi uma das mais importantes do clube. Com ele vencemos cinco títulos nacionais (Brasileiro de 1998, 1999 e 2005; Copa do Brasil de 1995 e 2002); o Mundial da Fifa (2000), além de conquistas no Paulista, Rio-São Paulo… Entretanto, após 14 anos de comando, transformado o Corinthians num clube nepotista, suas afirmações, se é que foram feitas, são apenas fruto de um dirigente abandonado, que saiu pela porta de trás do clube e que foi obrigado a renunciar por denúncias de corrupção.

Sendo assim, digam o que quiserem, o Corinthians é, com justiça, o Campeão Brasileiro de 2005, seu quarto título nacional ganho, absolutamente, em campo.

O resto é resto e o choro é livre.

P.S: Obrigado a quem chegou até aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
 

48 comentários

  1. Fudêncio disse:

    vishe so pelo tamanho do texto disisto de ler kkkkkkkkkk

    [Reply]

    Sylvio Micelli Reply:

    @Fudêncio, Mesmo assim, obrigado pela visita.

    [Reply]

  2. Pedro - SublimeDKS disse:

    Sylvio, ótimo texto, cara. Tem que ter vontade pra escrever tudo isso, mesmo. hahaha

    Chego a ficar emocionado que eu que comecei a tacar lenha na fogueira :P Mas sim, como já disse no meu post…o título é do Corinthians sem discussão, não deixo de dormir á noite por isso e o Internacional perdeu EM CAMPO, por ter jogado mal vários jogos. Só que a CBF é uma instituição vergonhosa… não só a CBF, o Clube dos 13 (porra, que raio foi a Copa João Havelange?!?), o futebol brasileiro em geral. Como torcedor colorado digo que podia ter tomado um rumo diferente e que foi vergonhoso perder um campeonato com algumas falcatruas mas admito que a culpa não é do Coringão. Acho que o time era bom, assim como em 2009/2010, que o Timão tinha um…timão (ha!) e jogou muito bem. Pena que o espetáculo foi praticamente ESTRAGADO por alguns acontecidos, que infelizmente envolveram o Dualib, que por sua vez era envolvido com o Corinthians. ;)

    Enfim, gosto muito do jeito que você defende seu time e não tenho problema nenhum em admitir isso, mas tem gente que não sabe discutir. Devo tirar o chapéu pra ti pelo grande (literalmente) texto.

    Saudações coloradas! :D

    [Reply]

    Sylvio Micelli Reply:

    @Pedro – SublimeDKS, Obrigado!

    [Reply]

  3. Alexandre SCCP disse:

    Texto incrível, assino embaixo. Já falei várias vezes, e vou repetir: Qualquer conquista do Corinthians ou da sua torcidat vai ser arrumado alguma coisa pra dimunuir seu valor, Corintiano tá acostumado com isso, vide Mundial de clubes FIFA 2000.

    [Reply]

  4. Valmor disse:

    1º Vocês são um tanto egocentristas. De que o resto do Brasil tem inveja? Cito aqui meia duzia de times brasileiros que tem mais títulos que vocês;
    2º Vincula-se o Kia a máfia russa antes e depois da saída dele do Corinthians(outra vez o egocentrismo);
    3º Teve que escrever uma bíblia para justificar o injustificável. Não existe outro caso na história do futebol de repetição de jogos pelo mesmo motivo(por coincidência, os 2 jogos que foram repetidos pelo Corinthians ele teve maus resultados originalmente). Mas va lá, estamos no Brasil, aqui tudo é possível. Mas por incrível coincidência além de um pênalti sonegado(o que também é possível) o jogador é expulso? Ou seja a barra foi forçada de todos os modos possíveis e imagináveis.
    4º Até onde sei, ninguém obrigou o Dualib a dizer o que disse. Isso só reforça a hipótese de que coisas muito estranhas aconteceram.
    5º Quem diz se o Corinthians é campeão com justiça, não sou eu, não é tu, não é a torcida do Inter e não é a torcida do Corinthians. Isso fica no imaginário popular, e até onde se percebe, o resto do Brasil (sim, até os gremistas) consideram que o que ocorreu foi 1 assalto.
    6º Como tu deixou claro, logo de cara, que estas escrevendo para os corinthianos, e aparententemente guardo pouca relação com a realidade, ignore tudo o que eu escrevi.
    Um abraço.

    [Reply]

    Sylvio Micelli Reply:

    @Valmor, Olá, amigo. Obrigado por suas considerações.

    1. Não somos um tanto egocentristas. Somos o “centro do universo” e ponto. A pior arrecadação do Campeonato Brasileiro aconteceu em 2008 que, por mera coincidência, tinha o Corinthians na série B. Se o Brasil não tivesse inveja, talvez você não se interessasse pelo tema.

    2. Títulos? Não estou falando de quantidade de títulos. Falo de torcida. O dia que o Corinthians vencer uma Libertadores, se vencer, e isso a nós pouco importa, a comemoração ocorrerá por vários dias, jornais, revistas, camisas e outros tantos produtos venderão às toneladas, a conquista será explorada à exaustão nos telejornais da manhã, tarde, noite e madrugada, porque somos a maior torcida e ninguém está aí para perder dinheiro.

    3. Títulos? Falo de tradição. O 11 de Itaquá (time da várzea de São Paulo) pode vencer 10 Libertadores e 10 mundiais. E continuará sendo o 11 de Itaquá…

    4. Quem se preocupou com o Kia foi quem quis denigrir o Corinthians. Se eu postasse aqui, não sobraria para ninguém. Tem Parmalat, tem Petrobras, tem a ISL e por aí vai. Mas o problema é que todo mundo senta no próprio rabo e fala do rabo alheio…

    5. Não existe outro caso na história porque é Corinthians. Se, ao invés do Corinthians, qualquer outro clube tivesse vencido, nas mesmas condições, vencendo com jogos remarcados e pênaltis não marcados, ninguém falaria nada… O Tinga foi expulso por coerência do árbitro. Se o Márcio Rezende de Freitas achou que houve simulação, puniu o atleta com cartão amarelo que, em tendo outro cartão, foi expulso.

    6. Seu Alberto coitado, foi expulso, saiu triste e falou bobagem. Dar atenção à fala de alguém que se sentiu traído é a mesmo coisa que valorizar a versão do réu, em detrimento da vítima…

    7. No imaginário popular de quantos milhões? Para mais de 30 milhões, o Corinthians é campeão. E não são apenas torcedores do Corinthians que reconhecem a conquista.

    8. O que será que os gremistas pensam de oito minutos de acréscimo na decisão de primeiro turno do gaúcho?

    9. Como deixei claro, escrevo para corinthianos, mas tu é bem-vindo. Forte abraço.

    [Reply]

    Valmor Reply:

    @Sylvio Micelli,
    Prezado Sylvio!
    1º Eu só me interessei pelo tema porque sou torcedor do Inter, o então garfeado em 2005. Se eu tivesse sido garfeado pelo Itaquá persistiria o mesmo sentimento.
    2º Eu achei que os times disputassem títulos, não torcida. Pelo menos não vi até hoje um “Campeonato Brasileiro de Torcidas”. E veja bem, vocês se vangloriam de ter a maior torcida e não conseguem erguer um estádio para acomodá-la. Essa torcida não gera poderio economico suficiente para ganhar mais títulos que outros times do Brasil. Ou a coisa é muito mal gerenciada ou a torcida tem poder aquisitivo muito baixo, podem escolher a alternativa.
    3º O Chelsea não era nada no futebol até injetarem um caminhão de dinheiro e ele começar a ganhar títulos. Hoje o Chelsea ja não é mais o Chelsea. Podemos pegar um exemplo no futebol brasileiro. O Cruzeiro até o final dos anos 60 era o terceiro time de Minas, hoje é uma das potências do futebol nacional, correto?
    4º O Kia continua sendo apontando como uma lavanderia de dinheiro, só que agora no futebol inglês. E neste ponto acho que o Corinthians não teve culpa. Caberia as autoridades nacionais solucionar este problema.
    5º Histórias de campeonatos ganhos com erros de arbitragem existem aos montes. O meu time o Inter, ganhou uma Copa do Brasil com um penalti altamente duvidoso ou inexistente. O problema no Brasileirão 2005 foi o conjunto da obra.
    6º Até podemos assumir que o Dualib é um senhor magoado com o clube, mas de vítima o Corinthians não tem nada.
    7º O problema não de reconhecimento da conquista. A taça ta no armario e ponto final. Só que ela fica com uma mancha, esse é o ponto. Ainda assim mesmo que 30 milhoes seja corinthianos é uma parcela menor da torcida brasileira.
    8º Até os gremistas ficaram desconfortáveis com o que aconteceu. Na verdade foi justo om acrescimo, só que não é uma pratica.
    9º Como obra de ficção dedicada a corinthianos teu texto ta muito bom.
    Abraço.

    [Reply]

  5. Mauricio Gaucho disse:

    Apesar de respeitá-lo como ser humano, vou discordar VEEMENTEMENTE desse teu longo texto! — Como é bom ter uma coluna só sua, hein?!?! Dá para escrever um livro tentando explicar o inexplicável… e o interessante de tudo: quanto mais tentam explicar, mas se enrolam; e mais comprovam que devem; quem não deve nada, não precisa ficar se justificando há cada semestre; a prova de que vocês CORINTHIANOS não ganham sem ajuda é a Libertadores, o único torneio/campeonato que não conseguiram ‘meter a mão’. É MUITO BLÁ BLÁ BLÁ… para agradar aos que gostam desse TRETAcampeonato. E é muita coincidência que, apesar de todos os times terem, em algum momento favorecimentos ou prejuízos de erros de arbitragem, o Corinthians ser o único clube/time que tem MUITO MAIS FAVORECIMENTOS (e em momentos importantes) do que prejuízos (aliás, não lembro de nenhum!). Então, vende esse teu livro para aqueles que acreditam nele, por ser CONVENIENTE. — Abraços! Mas, sugiro que não perca mais seu tempo tentando iludir quem enxerga além das aparências. Teu texto é exclusivo para os ‘queridinhos’ da mídia brasileira e para quem é mal informado. — Ah… antes que eu esqueça, para quem escreve uma coluna pública, dizer ‘se é que o Dualib disse’ demonstra falta de informação, visto que há video, audio e textos que comprovam. Não são montagens. Demonstre coerência com teu texto e procure as fontes certas do verdadeiro JORNALISMO. —

    [Reply]

    Sylvio Micelli Reply:

    @Mauricio Gaucho, Como disse, o texto é, inicialmente, para corinthianos. E não há como negar o que expus. O amigo vem com aquele velho discurso de que o Corinthians é beneficiado e blá blá blá, que dá sono.

    Agradeço suas palavras mas vou discordar VEEMENTEMENTE, apesar de respeitá-lo como ser humano. Abraços.

    [Reply]

    Felipe Rocha Reply:

    @Mauricio Gaucho, “Quanto mais tentam se explicar mais se enrolam” – Espere um pouco, você leu o mesmo texto que eu? O texto foi claro e objetivo. Se você teve a OPÇÃO de não entender o problema é seu!

    [Reply]

    milton bergantin Reply:

    @Felipe Rocha,

    concordo plenamente Felipe, só discordo pq “Não Entender” não é opção, é defasagem intelectual mesmo…..grande abraço alvi-negro

    [Reply]

  6. eduardo disse:

    Mas um pobre cúrintiano, tentando justificar o injustificavel, a definicao do seu time é a seguinte :
    UM JUVENTUS MELHORADO, QUE A IMPRENSA CÚRINTIANA DIZ QUE É O BARCELONA, E VC ACREDITAM !!!!, AGORA EU SEI PQUE TEM UM BANDO DE LOUCO ,
    EU NUNCA VOU PARAR DE RIR !!!
    PS. NUNCA DEIXE DE VESTIR AQUELA CAMISA DO
    EU VOLTEI !!!, PQUE ELA SEMPRE ME LEMBRA O LUGAR DE ONDE VOCES VIERAM

    [Reply]

    Sylvio Micelli Reply:

    @eduardo, Se nós somos Juventus, por que você está perdendo tempo comigo? kkkkkkkkkkkkkkkkk

    [Reply]

    milton bergantin Reply:

    @eduardo, Interessante como o “Curintia”, como vcs chamam, movimenta 200 milhões de torcedores brasileiros né, 30 milhões comemorando e 170 milhões com dor de cotovelo…e ainda, se vc se lembra do lugar de onde viemos, tb não vai esquecer do lugar pra onde mandaremos vcs….kkkk

    [Reply]

  7. Cleber disse:

    Lí seu texto mas mesmo assim acho que o principal lesado da história foi o internacional, se fosse o corinthians do lado inverso teria ficado inconformado igual ao inter. Lembro que o resultado do jogo santosxcorinthians nas gravações era para favorecer a vitória do corinthians onde não conseguiram deixando os caras da gravação completamente irritados. Depois que o corinthians jogou o segundo jogo pegou o time do santos já desmontado onde acabou ganhando. E com o empate com o são paulo já ganhou 4 pontos.
    O lance do penalty foi de longe escancarado! não tinha como não dar falta ali, foi humanamente possivel ver o lance. Não tiro o mérito do time ter ido bem no campeonato mas também não concordo com isto. A MSI precisava justificar o monte de dinheiro lavado aqui!Lembro também que o corinthians uma vez subiu no tapetão, caiu mas não caiu, num jogo contra o fluminense. quando os torcedores assistiam o jogo de costas, lembro disso.
    Agora já era! já deu o título, mas como em outros casos o seu time foi beneficiado sim, e outra Gustavo Neri, Marinho Carlos Alberto, galáticos? você deve tá de brincadeira mesmo!

    [Reply]

    Thiago Reply:

    Em uma das partidas anuladas, Santos 4 X 2 Corinthians, levantou-se uma polêmica por
    conta de uma das sonoras vazadas dos grampos onde o investidor comprava a vitória do Corinthians, embora na prática o árbitro tivesse prejudicado o clube com a não marcação de duas penalidades. Segundo o Ministério Público as gravações apontavam que Edilson Pereira de Carvalho fazia jogo duplo, vendendo resultados para dois lados em diversas partidas, o que fez com que os agentes investigadores recomendassem a anulação de todos os 11 jogos arbitrados por Edilson.
    http://www.safergs.com.br/content/view/2614/1/

    [Reply]

  8. Vinícius Machado disse:

    Adorei sua maneira de escrever e de defender o PODEROSO TIMÃO. Sem dúvida, o título brasileiro de 2005 é do Corinthians, ganho em campo, como você brilhantemente escreveu. Parabéns pelo texto. TU ÉS ORGULHO, CORINTHIANS!

    [Reply]

    Sylvio Micelli Reply:

    @Vinícius Machado, Obrigado, Vinícius. Um abraço.

    [Reply]

  9. Paulo disse:

    Boa recapitulação. Realmente foi penalty no Tinga e o torcedor do Inter tem que ficar bravo mesmo. Assim como o torcedor do Guarani em 86 pelo penal não marcado sobre o Joao Paulo contra o SPFC e vários outros. O próprio Corinthians garfado em 93 contra o Palmeiras e etc.
    Porém o torcedor do Inter não comenta do gol impedido que fizeram contra o Brasiliense e do gol irregular contra o Palmeiras ( falta no Gamarra ). É mais fácil falar do Corinthians, claro. Esse campeonato é decidido em pequenos detalhes. O Inter tinha um bom time, mas o do Corinthians era ligeiramente superior, com Tevez e Nilmar arrebentando. Haja vista ja ter ganho o primeiro turno incontestavelmente.

    Um abraço
    Paulo

    [Reply]

    Sylvio Micelli Reply:

    @Paulo, Verdade, Paulo. Abraços!

    [Reply]

  10. hildo disse:

    ISSO E CORINTHIANS BATALHA CONTRA TODOS E QUANDO VENCE,VENCE DE TODOS ….S.C CORINTHIANS PAULISTA,VINDO DA VARZEA SIM…ALIAS O UNICO NISSO TAMBEM…FODAM-SE GAUCHOS CARIOCAS MINEIROS ETC…PODEM VIR FERVENDO QUE AQUI E DEFINITIVAMENTE CORINTHIANS E PONTO FINAL.!!!!!!!!!!

    [Reply]

    Sylvio Micelli Reply:

    @hildo, É isso aí!

    [Reply]

  11. Thiago disse:

    As anulações estavam corretas, não teve canetaço em nada, seria injustiça se não anulassem.

    O artigo 275 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva determina que as partidas cujos resultados sofram alteração em conseqüência de má-fé do árbitro deverão ser anuladas. Nesse caso, o Campeonato Brasileiro – que vinha registrando aumento de público e uma das maiores médias de gols de toda a sua história – sofreria uma mudança na sua tabela de classificação. Se as partidas apitadas por Edilson forem anuladas, conforme determina o Código, o Internacional perderia a liderança isolada e Vasco e Cruzeiro ficariam mais perto da zona de rebaixamento para a segunda divisão (veja quadro).

    Fonte: http://veja.abril.com.br/280905/p_072.html

    Ou seja, anularam porque estava nas regras.

    [Reply]

  12. eduardo disse:

    como todo curintiano, so sabem falar do numero da torcida, ja ouvir dizer que qualidade e melhor que quantidade, a china tem bilhoes de chineses, e por acaso ganharam alguma coisa, lembre-se sempre SEGUNDA DIVISAO ETERNA, SEM LIBERTADORES, SEM ESTADIO, SEM TRADICAO

    [Reply]

    Sylvio Micelli Reply:

    @eduardo, Grato pela visita. O simples fato de você ter perdido seu tempo, demonstra que meu time não é segunda divisão… Abs.

    [Reply]

  13. Christian disse:

    o corinthians e campeão e pronto
    naum tem o que discutir vcs tem e inveja do corinthians
    naum temos estadios mais temos torcidas
    ja outros clubes brasileiros tem estadio porem naum tem torcida
    nos somos campeãoes 1990 , 1998, 1999, 2005, 2011
    corinthians é corinthians
    o texto do amigo Sylvio foi escrito para os corinthianos
    quem naum tah interessado naum le
    todo mundo tem inveja do corinthians naum pela sua torcidas e titulos
    mais pelo o amor que o corinthiano sente na derrota e na vitoria
    sempre tera mais de 35 milhões de pessoas seja no estadio o vendo tv gritando
    EU NUNCA VOU TE ABANDONAR, PORQUE TEAMO…

    Parabens a voce sylvio pelo texto
    elis nuncam vão saber o que é ser corinthiano

    [Reply]

  14. rogerio disse:

    ai vai minha resposta ao tema da copa do brasil,,
    a msi nao comprou a copa do brasil para o corinthians ir a libertadores, porque sabia que nem por milagre o “timao” ganharia esta competiçao porque passaporte de corinthiano é bilhete de metrô.
    segundo lugar,,,,
    poxa nao vem me falar que o corinthians ganhou o brasileirao de 2005 por merito,
    faça meu favor.vcs ta achando que brasileiro nao entende de futebol?
    esse titulo foi sim roubado nao por culpa do time do corinthians, mais da cbf.
    por escalar um corinthiano na final do campeonato.
    afinal, esse titulo ta marcado na historia do futebol brasileiro,nao como o 4 titulo brasileiro do corinthians,
    mais sim quando um arbitro chamado edilsom batista decidiu quem seria o campeao brasileiro de 2005.
    esse éo verdadeiro Ídolo da Fiel Torcida.

    [Reply]

  15. antonio augusto de almeida disse:

    nossa, fico até contente com tanta besteira que escrevem contra o CORINTHIANS…porque sei que incomodamos mesmo!!! ma é sempre a mesma estória, e eu não me canso de rir, ainda mais quando alguns chegam ao ridiculo de dizer “esses pobres coitados Corintinos”…porque pobres coitados? torcer por exemplo, pro são paulo ou palmeiras, fazem desses torcedores pessoas diferenciadas? melhores que quem torce pro CORINTHIANS? a raiva de algumas pessoas as levam a imaginar verdadeiras “tramas internacionais” pra justificar alguma coisa coisa contra nosso time, quando erros acontecem, e favorecem ou prejudicam todos os times, em um momento ou outro…pois bem então torcida corintiana, vamos dar os méritos co campeonato de 2005 pro árbitro, porque pelo que eu memlembre, eu o vi jogando futebol com a nossa em todos os jogos, e ele marcou vários gols durante a competição, foi artilheiro inclusive, por isso nós fomos campeões…

    [Reply]

  16. Mick disse:

    Cara…tem tantos otarios escrevendo coisas sobre jogos roubados, que o Corinthians rouba campeonato e bla bla bla. Mas sao esses msm OTARIOS que ficam na frente da tela ou ate pagando para ir ao estadio para assistir um jogo “sabendo” que sera roubado. Tem que ser muito burro mesmo para apoiar algo que acham que esta corrupto. E olha que nem sou torcedor corinthiano…mas ficar nessa bla bla de roubo e papo furado. Ou vcs aparecem com provas e parem de assistir futebol, ou calem a boca. Bando de OTARIOS!

    [Reply]

  17. Grilex disse:

    Iai, alguém vai dizer que o Corinthians “comprou” a
    Libertadores de 2012?

    O Corinhtians foi campeão de forma incontestável. Passou pelo Campeão da Copa do Brasil e vice Campão brasileiro Vasco, e pelo atual campeão da Libertadores de 2011, o Santos. Está ai a resposta para as bobagem de que o Timão só ganha títulos roubados.

    Para vocês verem: digam por que a final contra o Boca, no Pacaembú, deu a maior audiência/Ibope do ano no esporte (Brasil)?
    Favor, não respondam porque era o Brasil na libertadores!

    Era a Fiel VS Resto do Brasil secando (menos uma pequena porcentagem, que assistiram ao jogo por serem amantes de verdade de futebol).

    Aos antis, um abraço.

    [Reply]

  18. EDSON MARCOS disse:

    Segue fatos ocorridos na semana da volta dos jogos:
    No programa BEM AMIGO da segunda feira no canal SPORTV, contava com a presença do então presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Luiz Zveiter.
    Ele começou o programa falando que nenhum jogo seria anulado ( convicto )
    Porem a palavra foi dada ao Arnaldo Cezar Coelho depois de muita discussão. E ele explanou muito bem, tanto que no dia seguinte todos os jogos foram anulados.
    Disse ele, que com a experiência, um arbitro não precisa inventar pênalti, expulsar, roubar ninguém para conseguir manipular um resultado.
    Basta desestabilizar o time, Ex. invertendo falta, dando amarelo, deixar o jogador nervoso, e por ai vai. O time para de jogar.
    Quando terminou, todos bateram palmas, e no dia seguinte todos os jogos foram cancelados.
    Não houve armação por parte de nenhum clube.
    O que houve foi falta de competência dos demais clubes manterem seus resultados.
    Um abraço a todos.

    [Reply]

  19. Ricardo Saliba disse:

    Caro Sylvio. Muito bem explanado. Só uma pequena correção. O jogo que o Corinthians contra o S. Paulo que foi anulado havia acabado com a vitória do São Paulo com um penalti marcado no ultimo minuto contra o Corinthians, e se me lembro bem a reclamação dos argentinos era que não entendiam por que o Edilson os chamava de Argentinos de M…. Acharam muito estranho a atitude, pois sentiam que o mesmo queria que reagissem para expulsa-los. Jogo remarcado, o Corinthians empata e por estar com cerca de 7 oou 8 pontos na frente do INter, poupa o Tevez do jogo.
    O que tento explicar para muitos , que a ordem dos fatos altera o resultado. Digamos que se os jogos não tivessem sido anulados, o Corinthians jamais teria aberto uma larga margem sobre o Inter. Estaria disputando um campeonato mais apertado. Não pouparia o Tevez de alguns jogos. Jogaria de forma diferente, para ganhar fora e não empatar. Não ficaria trocando bolas na defesa, mesmo perdendo para o Goias no ultimo jogo, esperando o mesmo se encerrar. Seriu uma história completamente diferente. Não da para simplessnte usar matematica e tirar ou colocar pontos, depois que se acaba um campeonato.
    Agora uma pergunta. Se os jogos não fossem anulados, e no meio destes tivesse dois jogos em que o Corinthians ganhou, com o juiz confessando má fé, todos não diriam tambem que o Corinthians foi beneficiado e os jogos deveriam ter sido anulados?
    Tambem se marcado o penalti a favor do Inter e se o mesmo fosse convertido, com certezao Corinthians partiria para o ataque para tentar empatar. O Corinthians jogou pelo resultado de empate,pois se manteria na frente do Inter assim.
    Mas de qualquer forma , parabens pelo texto.

    [Reply]

  20. Roque Cassol disse:

    puxa saco do corintians.

    [Reply]

  21. Raphael Augusto disse:

    Quem tem boca fala o que quer. Faltou detalhes sobre processos, e fez de tudo para penetrar na cabeça do leitor. Deixou sua paixão interferir na sua escolha. Matéria de defesa para o próprio time.

    [Reply]

  22. Henrique Piovesan Silva disse:

    só acho que , se não tivesse sido anulado todos aquelas partidas , o timão como e (chamado) com certeza não teria sido campeão , pois o corinthias conseguiu mudar os resultados das partidas , assim ganhando uma pequena ajudinha como sempre.
    pra terminar porque nesta libertadores nao conseguiram passar pelo boca o mesmo derrotado 1 ano antes numa'' final comprada''.

    [Reply]

  23. Leonardo Caruso de Assis disse:

    gambazada mão grande.

    [Reply]

  24. Kíldare Lemos disse:

    Falou muito, mas disse pouco, convenientemente. Esqueceu de dizer que os jogos foram anulados apenas na série A, quando ocorreram os mesmos indícios de resultados fabricados na série C (com o Danelon) e ficou tudo por isso mesmo. Também “esqueceu” de citar os quase 20 pontos ganhos pelo time da M$I com erros grotescos de arbitragem, inclusive as partidas jogadas novamente contra São Paulo e Santos (a revolta do Giovanni, chutando a bola pra torcida, é emblemática). O penalti no Tinga foi apenas a cereja do bolo (não por acaso, o soprador de apito Márcio Rezende se aposentou logo depois). De resto, vc desqualifica as declarações do Dualib (e chega a duvidar que ele as tenha feito, ainda que o áudio esteja aí, na internet, pra quem quiser ouvir) e esquece que até corintianos ilustres como o Juca Kfouri renegam esse título, seja pelo roubo vergonhoso, seja pela parceria com a máfia russa. O resultado de tudo isso veio em 2007, com o timão manchando para sempre a sua história, com a descida ao inferno da série B. Por outro lado, mesmo com o vice de 2005, o meu time ganhou a América e o Mundo em 2006 e não parou mais, tornando-se o time da década 2001-2010, como já havia sido o time da década de 1970. Isso, sim, é de dar inveja.

    [Reply]

  25. Kíldare Lemos disse:

    Falou muito, mas disse pouco, convenientemente. Esqueceu de dizer que os jogos foram anulados apenas na série A, quando ocorreram os mesmos indícios de resultados fabricados na série C (com o Danelon) e ficou tudo por isso mesmo. Também "esqueceu" de citar os quase 20 pontos ganhos pelo time the M$I com erros grotescos de arbitragem, inclusive as partidas jogadas novamente contra São Paulo e Santos (a revolta do Giovanni, chutando a bola pra torcida, é emblemática). O penalti no Tinga foi apenas a cereja do bolo (não por acaso, o soprador de apito Márcio Rezende se aposentou logo depois). De resto, vc desqualifica as declarações do Dualib (e chega a duvidar que ele as tenha feito, ainda que o áudio esteja aí, na internet, pra quem quiser ouvir) e esquece que até corintianos ilustres como o Juca Kfouri renegam esse título, seja pelo roubo vergonhoso, seja pela parceria com a máfia russa. O resultado de tudo isso veio em 2007, com o timão manchando para sempre a sua história, com a descida ao inferno the série B. Por outro lado, mesmo com o vice de 2005, o meu time ganhou a América e o Mundo em 2006 e não parou mais, tornando-se o time the década 2001-2010, como já havia sido o time the década de 1970. Isso, sim, é de dar inveja.

    [Reply]

  26. Elpidio Luiz Junior disse:

    mas pra mim foi roubo porque se o juiz não expulsasse o tinga o inter estaria com a mão na taça e o corinthians em segundo.

    [Reply]

  27. Josué disse:

    Assino embaixo seu texto. Perfeito. Li tambem varios comentários uns contra e outros a favor. Aqui é democracia e todos tem o direito de se expressar, eu também, certo? Ok, então vamos lá. Li por exemplo que se não fosse refeitos os jogos o Inter seria campeão, mas convenhamos erros existem vários e houve erro do penalti no Tinga assim como houve erro do bandeira no jogo Inter x Brasiliense quando em clara posição de impedimento Iarley participa da jogada que culmina com gol de Mossoró aos 46 minutos quando o jogo estava empatado em 0 x 0… então se o INTER não ganha com um erro crasso do bandeira que não sinalizou a infração ele teria 02 pontos a menos, ou seja, o mesmo numero de ponto do Corinthians e perderia no saldo de gols e numero de gols marcados… PORTANTO meus AMIGOS, o Corinthians é o LEGÍTIMO CAMPEÃO DE 2005 e tenho dito!!!

    [Reply]

  28. olorado disse:

    É impressionante como os corintianos vivem de ilusão. Vcs acham q todas as outras torcidas torcem contra vcs, e tem razão. Vcs são sempre beneficiados pela arbitragem. Vamos lembrar da final da copa do brasil curintia x brasiliense, q roubo na cara dura passaram a mão no coitado do brasiliense. O campeonato de 2005 foi a maior vergonha do futebol brasileiro, remarcar aqueles jogos em que só ouve um benefiicado, q foi o curintia, e depois meteram a mão no inter não dando o penalti e ainda expulsando o tinga, qdo quem deveria ter sido expulso era o fabio costa pq era o ultimo homem. Mas vcs já se acostumaram a comemorar titulos conquistados sob suspeita, até um estádio vcs estão ganhando, é claro q com certeza alguma coisa de errado tem nisso, até pq foi o tal do lula do pt quem arranjou tudo pra vcs. Parabéns continuem vivendo de ilusões. O engraçado q de todos os titulo q o meu inter ganhou são reconhecidos por todas as torcidas adversárias, enquanto os de vcs continuam sendo contestados…

    [Reply]

  29. Leandro disse:

    Sou corintiano mas renego este título também, muita tramóia, confusão,desorganização, o corinthians não teve culpa, eu sei disto, mas toda esta lambança do STJD e da CBF acabou beneficiando o time, não vi lances polêmicos para se voltar as partidas que o corinthians jogou, não ocorreu nada grave contra o são paulo e nem contra o santos nos primeiros jogos, eu achei muito corintianismo de sua parte neste texto (com todo o respeito), e olha que também sou fanático pelo corinthians. A parceria com a MSI é algo para se esquecer, cito 3 fatos lamentáveis para apoiar esta minha afirmação:
    * O rebaixamento em 2007.
    * As investigações de máfia e lavagem de dinheiro vergonhosas que deu até mandato de prisão para essa corja
    * A quase matança dos jogadores na libertadores de 2006 que a torcida se não fosse contida mataria todo mundo.
    Só para encerrar achei vergonhosa esta parceria.
    Renego esse título do campeonato de 2005, considero o corinthians tetra campeão, os outros 4 brasileiros foram na raça e bom futebol, esse de 2005 foi bom futebol e principalmente muita bagunça, e desorganização de todos, acho até que o corinthians não teve culpa e ganhou bem os jogos voltados, mas foi desnecessário anular 2 jogos que o corinthians tomou um banho de bola, 3×2 para o sao paulo na bola e 4×2 para o santos na bola, não houve nada polêmico nestes dois jogos.
    Renego este título de 2005, o corinthians mereceu pelo futebol, mas muitos erros de arbitragem ao seu favor, muita máfia, muita confusão, desorganização, e foi desnecessário voltar jogos que mesmo o corinthians tendo ganho na raça, acabou auxiliando ele no final e eram jogos desnecessários a serem jogados novamente, renego também o mundial da fifa de 2000, pois senão o palmeiras também deveria ser campeão do mundo de 51, ambos foram torneios internacionais importantes, históricos mas não mundiais, só se ingressa em campeonato mundial quem ganhou libertadores, o que o corinthians fez uma vez com muita raça e bom futebol, ganhando a liberta também daquele ano de 2012 invictamente, ali deu gosto de ver não este campeonato de 2005. Respeito sua opinião mas discordo.

    [Reply]

  30. Kleber Rodrigues disse:

    Eu acho cômica a "lógica" daqueles que odeiam o Corinthians:
    Quando ganha é porque foi roubado, quando perde é porque é ruim.
    Ora, se o time é – na visão obtusa – sempre ajudado pela arbitragem/cbf/globo/onu/máfia russa/diabo a quatro, por quê foi rebaixado?
    Se é tão "ajudado" assim, ele não teria força suficiente para não ser rebaixado??
    Eu "se divirto" com os imbecis sem critério…rsrsrs

    [Reply]

  31. Kleber Rodrigues disse:

    Ah, e a imprensa e os chorões, "esquecem" providencialmente daquele gol do Internacional contra o Brasiliense IMPEDIDO AOS 45 DO 2º TEMPO. 2 pontos que fazem TODA diferença no chororô…

    [Reply]

  32. Breno Gazal disse:

    E o tal do Henrique ainda quer envolver a libertadores do corinthians vai se ferrar

    [Reply]

  33. Breno Gazal disse:

    E a culpa é do corinthians se a arbitragem, o timão perdeu do boca em um jogo mt roubado mas eu não estou chorando, o fluminense se envolveu em tapetões absurdos mas é passado e o problema é da cbf

    [Reply]

  34. Breno Meireles disse:

    Vc é louco?

    [Reply]

Gostou? Não? Comenta aí:

Email
Print