Canelada

Home | « Todos os posts do Coxa Branca

Elenco limitado, empate louvável!

por
4/07/16

Não é de hoje que comento sobre o elenco limitado do nosso Coxa. Mas toda vez que joga fora de casa, fica cada vez mais nítido como nosso time é frágil e fácil de se vencer, por isso, arrancar um empate é de se comemorar.

Wilson fez boas defesas contra o Flu, posso afirmar que ele foi o grande responsável pelo pontinho fora, mas a autoconfiança dele me assusta, sério! No primeiro tempo teve uma bola que deu no travessão e ele ficou apenas secando o lance, nem sequer esboçou reação em fazer uma “defesa de segurança” e tentar espalmar para escanteio. Em outro lance, ele ficou olhando a bola passar ao seu lado e entrar no gol, crente no impedimento do jogador (que realmente estava), porém vai aguardar a boa vontade do juiz em levantar a bandeira, jogando no Rio? Custava pular no lance e evitar um “possível erro” de arbitragem que custaria a derrota? Pô, é muita confiança no taco… aí no segundo tempo ele fica acompanhando a bola na área levantada em uma falta, que passou lambendo a trave… Na boa, se ele continuar assim, vai fazer cagada e vamos tomar um gol ridículo e arriscar a perder uma partida, ou mais! Ele é goleiro, tem que pular na bola! Precisa garantir o “sai, azar!” .

Bem, só um desabafo… ele é um grande goleiro, só não gostei da postura que ele teve nesse jogo! Mas voltando ao elenco, muito me preocupa nosso futuro nesse campeonato. Mesmo pontuando fora, entramos novamente na maldita ZR. Pelo visto ela vai nos seguir até dezembro mesmo, andando lado a lado.

O time é muito fraco jogando fora de casa contra times médios/grandes. Parece que tem medo de jogar, mesmo sem  torcida adversária pressionando (como foi nesse caso, público de menos de 2000 pessoas) não consegue impor um ritmo de jogo e perde o meio de campo, ficando vulnerável ao adversário que dita o ritmo do jogo como bem entender. O empate é de se comemorar mesmo, pois se depender dos atacantes, estamos perdidos. Leandro e Kleber perderam as únicas chances de marcarmos, um no final do primeiro tempo e outro no final do segundo, respectivamente.

Pacheco ainda está se acostumando com o elenco, mas se continuar insistindo com Leandro como titular, vai ficar complicado. Arrisque Kazim desde o início e veja a raça e briga que o turco vai colocar em prática. Ele não parece ser um “super craque”, mas tenho certeza que será esforçado e briguento para ganhar os lances, no estilo Ariel Nahuelpan. Não podemos mais perder gols na cara. São poucas e preciosas as chances que temos para fazer gols, para jogar fora como tem acontecido.

Agora é encarar do Botafogo no Couto, jogo de 6 pontos! Tem semana cheia pra trabalhar. Vida ou morte, como serão todas as rodadas em casa na busca por vitórias. É vencer ou vencer! Adversário que está fraco também, nos joga a obrigação de fazer a lição de casa!

#Oremos…

SAV

Leonardo Barcellos

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: