Canelada

Home | « Todos os posts do Coxa Branca

Ficar ou não no Couto Pereira. Não há dúvida.

por
30/09/15

A Gazeta do Povo recentemente divulgou uma enquete, com pouco mais de 1.300 votos, onde a ideia central era saber do torcedor alviverde o que ele faria com o Couto Pereira.
As opções eram:

  • Reforma do Couto;
  • Arena ParaTiba;
  • Construção de Novo Estádio;
  • Arena da baixada compartilhada;
Couto Pereira

Divulgação

Pela opção mais votada, é perceptível que o Couto Pereira criou e manteve identidade com o seu torcedor, sendo a opção vencedora com pouco mais de 37% do total. Dentre as várias observações que se podem tirar de uma pesquisa/enquete temos, por exemplo, medir a vontade do torcedor em se manter ou não, na estrutura atual. Tenho comigo que se não fossem os proprietários de cadeiras, a diretoria do Coritiba (qualquer uma das que já passaram pelo clube, no período pós Evangelino) já teria negociado o estádio.

É quando observo que, neste caso a enquete foi direcionada ou unilateral, porque ela não trouxe a opção do Coritiba negociar seu estádio e jogar em estádio gerenciado ou pela Federação Paranaense de Futebol ou pelo Governo Estadual.

Não há dúvida

Não precisamos do Couto Pereira. Essa é a minha escolha, mesmo tendo feito grandes amizades no Couto Pereira, mesmo tendo vivido uma boa história nele, antes do estádio vem o Coritiba.

E eu sou torcedor do Coritiba.

Ademais é evidente que não temos opções hoje na capital, mas quando tivemos chance para isso, o abandono foi certeiro e pra mim a causa se relaciona tanto a má administração de recursos quanto a falta de interesse.

In Voga

Quero resgatar dois assuntos de grande importância para o Coritiba:

  • Doação de 200 mil reais para campanha de eleição do então candidato Ricardo Gomyde à presidência da FPF;
  • Divulgação do conteúdo de conversas do grupo denominado “Indomáveis F.C.”;

É sabido que houve reunião extraordinária para tratar do tema da doação para a campanha. Sendo a transparência uma promessa da COXA MAIOR, pergunto: o que foi deliberado e quais os próximos passos?

É mais do que necessário para a saúde moral do clube e de seus dirigentes que esses assuntos se resolvam e de maneira transparente ao torcedor, a fim de evitar boatos, fofocas, rumores e similares. Seja na base do “Dai a César o que é de César” ou de “Quem pariu Mateus, que o embale”, a transparência é o que vai garantir a credibilidade de todos os envolvidos, estejam licenciados de seus cargos ou não.

Não tá morto quem peleia!

SAV
RODRIGO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

1 comentário

  1. orley antunes disse:

    Bem por ai meu caro, a transparência é fundamental, principalmente na atual conjuntura brasileira. Aí sim com transparências e respeito ao torcedor vamos em busca de recursos para a reforma e modernização do velho e muito querido Couto Pereira. abraço…saudações Coxa Branca.

    [Reply]

Gostou? Não? Comenta aí: