Canelada

Home | « Todos os posts do Flamengo

O comportamento nada Rubro Negro

por
30/10/15

 

O comportamento nada Rubro Negro

Desde o começo do ano venho batendo na mesma tecla em relação aos jogadores e o elenco rubro negro. Que são fracos e limitados tecnicamente todos sabemos, mas um fraco acomodado revolta. Mas pra caralho! E o comodismo e a ineficiência de reagir vem desde o carioca.

No meio do ano, após início tenebroso no brasileiro, o conselho gestor percebeu isso. Pra conseguir calar a boca da certíssima torcida que cobrava e dá um ânimo vencedor pra equipe, trouxeram o Sheik, que nitidamente não vive em seu melhor condicionamento. Mas serviu pra dá um basta na crise e uma falsa esperança de: Agora vai!

Não. Não vai. Bem que tentaram, mas o erro veio e vem de trás. O erro veio na permanência de um técnico que não se adequava a mesma filosofia da diretoria. O erro vem na postura omitida sempre após tropeços. Errou feio! Erros feios! Errou no planejamento. Erros que a torcida não enxergava no começo e fez com que criasse uma expectativa altamente exagerada para 2015. Erros que a diretoria deveria ter observado.

Não há sangue nos olhos, não há vibração, falta aquele gostinho de “morremos, mas lutamos”! Há comodismo, há salto alto, há coisas inadmissíveis e altamente descompatíveis com o que se espera de um atleta do Clube de Regatas do Flamengo. Do que adianta alguns com Gana e sangue de vencer, se todos os outros, em sua maioria, entram em campo para “não perder”? ou para “não passar vergonha”? Ou pior ainda, ” por obrigação”?

Vestir o manto não é obrigação. É dever inenarrável, é como defender sua mãe.

Decepcionado estamos, temos que ficar! E não são só por 5 jogadores não, são por tudo!

O discurso barato de perdemos, mas jogamos melhor, não entra na cabeça nem do torcedor do Mogi mirim, vai entrar na de 40 milhões?

Diretoria e jogadores, a indignação é gigantesca. 2015 não acabou, é verdade, tudo ainda pode acontecer, pode ser que o final de ano seja o mais belo possível. Pode ser que em um mês sejamos rubro negros e triunfaremos.

Mas de uma coisa eu tenho certeza: 2015 não foi um ano Vermelho e Preto.

E pra vocês, aproveitadores, escolham a cor, porque independente da vaga na liberta já deletei 2015 do meu currículo de torcedor.

Menos Política. Mais Futebol. O Flamengo necessita!

Saudações,
André Cruz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: