Canelada

Home | « Todos os posts de Futebol no Mundo

Tite 100% e a Seleção com Equilíbrio – Brasil 2×1 Colômbia

por
7/09/16

A Seleção Brasileira de Tite está 100% nas Eliminatórias. Com vários dos mesmos jogadores da Seleção de Dunga, mas com o dedo de um treinador diferenciado. A manutenção de Coutinho no banco e sua entrada no segundo foi algo surpreendente. Não por ele ficar no banco, mas pela forma com que entrou na partida, desmontando a defesa colombiana. Casemiro foi um monstro na volância. Foi o equilíbrio dessa seleção, a peça fundamental assim como é no Real Madrid. Giuliano também foi bem. Claro, não é do mesmo nível técnico que outros jogadores, mas a sua força física e o seu poder de pressionar o adversário são qualidades importantes numa equipe.

Tite simplesmente organizou a equipe. Utilizando os dois toques, a organização tática, a compactação agressiva, e principalmente, a conversa com os jogadores. O estilo meio que “paizão” de Tite permite isso.

Talvez, “Seu Adenor” tenha achado a equipe ideal para a Seleção. Mesmo com Paulinho, Giuliano, Taison… convocações que foram criticadas, mas essenciais. Paulinho pela técnica, Giuliano pela força física e Taison pelo poder de contra-ataque. Os dois últimos, para serem usados principalmente no segundo tempo.

Agora, vamos ao jogo.

O Brasil jogou muito bem. Começou fulminante com o gol de Miranda de cabeça, aos 2 minutos de jogo em cobrança de escanteio de Neymar: 1×0 Brasil.

Depois do gol, o Brasil continuou pressionando e criando oportunidades. Em uma dessas oportunidades, Paulinho marcou… com a mão. Levou amarelo e está fora do próximo jogo contra a Bolívia em Natal.

A Colômbia também teve bons momentos na partida, mas inconclusivos. Tanto que o gol colombiano saiu da cabeça de Marquinhos, que marcou contra a meta de Alisson: 1×1.

O Brasil continuou pressionando, não desanimando por tomar um gol contra. E isso é o mais animador nessa era Tite: o ânimo.

Durante essa pressão, Coutinho toca para um espaço vazio, Gabriel Jesus chega na bola, toca para Giuliano, o marcador chega primeiro e a bola sobra para Coutinho, que toca para Neymar que marca para a Seleção e dá números finais ao jogo: 2×1.

Os resultados da rodada ainda favoreceram o Brasil: Empate em 2×2 entre Argentina e Venezuela e a derrota equatoriana para o Peru por 2×1 fizeram a nossa Seleção saltar do quinto para o segundo lugar, atrás do Uruguai e empatando com a Argentina em pontos, ganhando no saldo de gols.

Com esse começo animador, podemos acreditar: Agora vai!

Cleverton Silva

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: