Canelada

Home | « Todos os posts do Grêmio

Conhecido por desequilibrar os jogos, Luan mais uma fez cumpre seu papel

por
19/06/16

Debaixo de neblina forte na Arena, Luan brilhou mais uma vez. (Foto: Eduardo Moura/GloboEsporte.com)

O Grêmio recebeu o Cruzeiro para fechar a nona rodada do Brasileirão. O Tricolor entrou em campo para reencontrar o caminho da vitória depois de dois empates seguidos e contou com o bom futebol de Luan para abrir garantir a vitória, além de contar com o auxílio do De Arrascaeta, que teve um pênalti a seu favor e MANDOU A BOLA PARA O MINEIRÃO. O jogo que aconteceu na noite gaúcha, poderia muito bem ter acontecido às 5 da manhã, na beira do Guaíba, com AQUELA NEBLINA TODA espalhada pela Arena.

Um jogo muito disputado e de muita marcação em boa parte do primeiro tempo foi o que se viu na Arena. Com metade do primeiro já passado, o Grêmio se mostrava como um ANIMAL PECILOTÉRMICO, sendo frio para atacar (e isso não é um elogio), mas se mostrava muito quente para se defender, não deixando os mineiros darem qualquer trabalho para Marcelo Grohe. Mas toda a tranquilidade para o torcedor gremista se foi embora exatamente na metade da etapa inicial, quando Wallace Reis caiu em campo e precisou ser substituído pelo BRESSAN (suma daqui Bressan!).

O PECILOTÉRMICO Grêmio começava a se esquentar aos poucos e conseguiu dar um primeiro chute em direção ao gol defendido por Fábio com o MAESTRO PIFADOR DOGA, mas sem assustar o arqueiro celeste. Depois foi Giuliano quem tentou arrematar na cobrança de falta, mas sem perigo nenhum, até que os minutos finais do primeiro tempo chegaram e o Tricolor usou a neblina para ter uma COMBUSTÃO ESPONTÂNEA e fez a Arena esquentar por completo. Primeiro foi com Luan, que acertou um baita chute de canhota e viu a bola explodir na trave de Fábio, e no rebote, o maestro Douglas chutou por cima do gol. Mas antes do apito final do primeiro tempo, Everton apareceu pela ponta direita e cruzou para Luan, que se antecipa aos zagueiros cruzeirenses e de cabeça, mandou para o fundo das redes, abrindo o placar no último lance efetivo do primeiro tempo.

Hoje foi dia do MAESTRO PIFADOR DOGA10 marcar o seu gol. (Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio)

A etapa final começou com o Tricolor buscando o ataque. Em cinco minutos, dois arremates foram disparados ao gol de Fábio, mas sem assustar o arqueiro celeste. Mas a situação do jogo ficou mais favorável ao Grêmio quando o APRENDIZ DE CRAQUE Luan tabelou com Doga e de fora da área acertou uma verdadeira bomba, Fábio espalmou a bola para dentro da área e o MAESTRO FOI PIFADO. Doga10 apareceu para completar de cabeça e marcar o segundo tento gremista.

Depois do gol que deveria tranquilizar o Grêmio, tudo se pôs a deixar o jogo perigoso quando o GEROMITO saiu de campo com dores musculares. Geromel deu lugar ao Marcelo Hermes e a partir deste momento a nossa zaga era composta por BRESSAN E MARCELO OLIVEIRA – nem nos meus piores pesadelos eu queria essa dupla de zaga (?). Marcelo Oliveira precisou de CINCO MINUTOS como zagueiro para fazer besteira em campo. Marcelo Oliveira quis MOSTRAR SUAS HABILIDADES COMO UM JOGADOR DE VOLÊI e tentou bloquear o chute de Riascos, mas o assistente viu o toque e a arbitragem assinalou pênalti. Para a sorte do Grêmio, De Arrascaeta DEU UM BICO NA BOLA e a mandou para fora. Salvo graças a loucura do uruguaio-celeste, o Grêmio não teve mais pressa para atacar e deixou o tempo passar para a alegria da torcida presente a Arena. Em um dos últimos ataques do jogo, o Tricolor quase marcou o terceiro e seria uma verdadeira obra de arte, que seria assinada por Giuliano, o camisa 8 bateu na pelota com tanta classe, que merecia ter visto a bola tocar a forquilha e entrar caprichosa, mas Fábio evitou o terceiro gol do Grêmio. Mas não fez diferença, já que o apito final trilou e o Tricolor reassumiu a terceira colocação na tabela de classificação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: