Canelada

Home | « Todos os posts do Grêmio

PRIMEIRO ATO DA BUSCA DO TRI! Grêmio vence fora de casa na estreia e assume a liderança do grupo

por
9/03/17

Jogadores do Tricolor comemoram um dos gols gremistas nesta quinta. (Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio)

Na quente noite desta quinta-feira, o Grêmio fez a sua estreia na Copa Libertadores da América fora de casa, diante do Zamora Fútbol Club, na cidade de Barinas, na Venezuela. Com um gol em cada tempo, o Tricolor iniciou a sua caminha em busca do tricampeonato continental da melhor maneira possível, com vitória fora de casa e para comprovar que a Libertadores começou mesmo e que o Grêmio tem o espírito copeiro e o espírito da competição, foi na partida do Tricolor que foi visto o PRIMEIRO PERRO DESFILANDO PELOS GRAMADOS DA COPA! O Grêmio só volta a campo em abril, quando enfrentará o Deportes Iquique, em Porto Alegre.

Grêmio sofreu em alguns momentos, mas soube se impor para vencer Los Blanquinegros

Mesmo com um posicionamento mais ACATADO, o Zamora foi quem começou atacando e com quatro minutos de peleja, Uribe quase abriu o placar para los blanquinegros, mas Grohe salvou o Tricolor. Depois a equipe venezuelana ainda teve mais duas chances para tentar abrir Faría e Clarke desperdiçaram as oportunidades. Depois da pressão inicial do Zamora, o Grêmio assumiu o comando do jogo e passou a ter a PELOTA em seus pés, trabalhando com tranquilidade e aos poucos empurrando os gringos para o seu campo defensivo.

A primeira chance do Tricolor surgiu da inteligência dos pés de Luan, o nosso MENINO DE OURO, que deixou Michel cara a cara com o goleiro Salazar, mas o arremate do volante gremista foi longe da meta venezuelana. O Zamora, nos poucos momentos que tinha a posse da bola, se lançava ao ataque e deixava muitos espaços para o contra-ataque Tricolor. O Grêmio teve mais uma chance com Jaílson, que não conseguiu aproveitar o escanteio cobrado por Bolaños e cabeceou para fora. Com mais volume de jogo, parecia questão de tempo até abrir o placar no La Carolina. Luan e Bolaños também tiveram suas chances, mas o camisa 7 mandou para fora, enquanto Miller parou no goleiro Salazar. Nos minutos finais do primeiro tempo, a superioridade gremista se transformou em gol. Luan e Pedro Rocha trocaram passes perto da área blanquinegra e deixaram o GAROTO Léo Moura cara a cara com Salazar e o lateral-direito não titubeou, acertando um chute forte e abrindo o placar no último ato da primeira etapa.

No começo do segundo tempo, o Grêmio precisou de apenas seis minutos para ampliar a vantagem. Em contra-ataque rápido pela esquerda, Pedro Rocha apareceu livre na ponta e, mostrou que o MAESTRO DOGA o ensinou bem, “pifou” Ramiro no meio da área, que quando foi tentar o chute foi derrubado por Ovalle dentro da grande área e o pênalti foi assinalado. Na cobrança, Luan bateu com tranquilidade e marcou o segundo tento gremista em Barinas. Depois do segundo gol gremista, os venezuelanos se lançaram ao ataque e o bom atacante Peña recebeu pela direita e enfrentou Grohe, que não conseguiu decidir se saia ou não e acabou ficando no meio do caminho. Com Grohe fora da meta, Peña tentou o chute e viu a bola parar no peito de Kannemann, que mandou para escanteio.

Pressionando o Grêmio, los blanquinegros quase descontaram com Filippetto que quase ia marcando o gol do Zamora, quando o GIGANTE Ramiro apareceu para tirar, de cabeça, a bola em cima da linha e frustrou toda a torcida presente no La Carolina. Aos poucos o Grêmio foi reequilibrando a posse de bola na etapa final e anulou praticamente todas as tentativas de ataque dos venezuelanos, mas em uma saída no campo de defesa, Barrios errou a virada de jogo e deixou a bola com Peña, que acionou Gallardo, mas o atacante foi parado pelo ESPÍRITO DE GEROMEL, que apareceu no carrinho preciso de Rafael Thyere. Depois disso, o Grêmio só trocou passes esperando o apito que confirmou uma estreia fantástica para o Tricolor.

FICHA TÉCNICA

Zamora FC 0x2 Grêmio

Copa Libertadores da América 2017 – Grupo 8 – 1ª Rodada

Zamora FC: Salazar; Faría (Ronald Hernández), Óscar Hernández, Filipetto e Ovalle; Melo, Vargas (José Pinto), Gallardo, Peña e Clarke (Sosa); Uribe. Técnico: Francesco Stifano.

Grêmio: Marcelo Grohe; Léo Moura, Rafael Thyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Michel, Jailson, Ramiro, Pedro Rocha (Lucas Barrios) e Miller Bolaños (Fernandinho); Luan (Éverton). Técnico: Renato Portaluppi.

Local: Estádio Agustín Tovar (Estádio La Carolina), em Barinas (Venezuela).

Gols: Léo Moura (46/1T) e Luan (6/2T) pelo Grêmio.

Cartões Amarelos: Ovalle e Vargas (Zamora FC).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: