Canelada

Home | « Todos os posts do Juventus

Perdendo a cabeça

por
15/08/16

Preferi esfriar a cabeça e escrever algo mais ponderado do que no calor da emoção. Não sou idiota e sei de cor de salteado os problemas que o juve enfrenta. O torcedor sabe, os jogadores sabem. Como presumo que devam saber também os signatários do clube. Equipes são montadas (e desmontadas) praticamente a cada meio ano. Sinceramente não sei o que passaria na minha cabeça se meu empregador chegasse para mim e dissesse “Olha, Marcão, os salários atrasados a gente vai pagar, viu ? Parcelado, aguenta aí”

Pois é.

Acho que o que vimos ontem na Javari, com direito a faixa desejando um Feliz Dia dos Pais nem precise ser esmiuçado lance a lance, pois foi jogo morno e embora o Juventus até tenha criado algumas (poucas) possibilidades, não as aproveitou, ao contrário do XV piracicabano, o líder invicto do grupo. Vejo que os esforços juventinos em campo são na base da correria, sem o devido esquema tático definido. Há erros básicos, gritantes. Se fôssemos um time grande, daqueles que os boleiros (mamma mia, como odeio esse termo) não estão nem aí para o time, não sentem absolutamente nada pela camisa e muito menos pelo torcedor, embora asquerosa, seria uma ‘desculpa’ ante ao futebol apresentado. Mas não somos. Esta Copa Paulista é a vitrine para os atletas, contentes e insatisfeitos, com salários em dia ou não, mercenários ou altruístas.

Se tudo isso que está acontecendo faz parte de um plano para converter a Javari em polo de atração gastronômica e focar os interesses do clube apenas para a parte social, perfeito. Estarão em breve jogando no lixo o amor de seus torcedores, o respeito dos amantes de futebol e toda uma bela e rica história. Não há nem haverá “Clube Atlético Juventus” sem o futebol. Não torcemos para fulano, ciclano ou beltrano. Torcemos por essa camisa,  cor do nosso  sangue.

Forza, meu querido Juventus.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: