Canelada

Home | « Todos os posts do Juventus

O Red Bull não deu asas.

por
24/07/16

Dentro de suas limitações – e, consequentemente, com poucas pretensões – o Juve entrou em campo nesta tarde de sábado para enfrentar o Red Bull Brasil no estádio Moisés Lucarelli. Imprimindo desde o início da partida maior ritmo e volume de jogo, o time de Campinas soube se impor ao explorar a fragilidade ofensiva do Juventus.

Pressionando desde o início, o Red Bull quase abriu o placar aos 2 minutos, num tiro de Denner após um escanteio. Aos 16, num preciso arremate após cruzamento, Misael abriu o placar para os campineiros. O Juve, confuso em campo, ofereceu perigo apenas aos 25 minutos, num chute de meia distância de Luccas. Aos 35, perigo à meta de André Dias, novamente num escanteio. Nos minutos finais da primeira etapa, Davi interceptou um ataque do Red Bull com falta violenta, levando seu segundo cartão amarelo. O desfalque de Davi proporcionou ao time de Campinas a consolidação de domínio territorial e posse de bola.

Após o intervalo, duas boas chances de ampliação do placar: aos 10 minutos com Wellington e aos 15 com Caíque. O mesmo Caíque definiu o placar final da partida, num lance após defesa parcial de André Dias. O goleiro juventino, aliás, evitou que o Red Bull ampliasse no fim, numa bela jogada de Wellington.

O resultado em si não espelha o que se desenhou no campo. O Red Bull poderia ter vencido com um placar elástico, dadas as deficiências – crônicas – do Juve. Destaque ao esforçado André Dias, goleiro grená, que atuou de forma eficaz e não teve culpa nos gols sofridos.

Como crítico de futebol, não vejo maiores possibilidades de bons resultados em jogos fora dos domínios da Javari.

Como torcedor, espero apenas que o clube honre suas cores. E nada mais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: