Canelada

Home | « Todos os posts do Palmeiras

O Título e a Volta do Respeito

por
12/07/12

Caneludos palestrinos,

Aqui, quem escreve é a criança de dez anos de idade de nome Guilherme de Morais Bloisi Rodrigues. Essa criança virou palmeirense com três anos de idade. Esse moleque que fazia cosplay de gremlin (feio pra cacete) acostumou a ver a bandeira verde e branco tremulando constantemente por conta dos títulos que a Sociedade Esportiva Palmeiras vencia.

Era Paulista (4), Brasileiro (2), Copa do Brasil(Agora são duas), Copa Mercosul (1), Copa dos Campeões (1) e a tão sonhada Copa Libertadores em 1999. Grandes jogadores foram vistos por esse moleque: Velloso, Marcos, Arce, Cleber, Antônio Carlos, Roberto Carlos, Junior, Sampaio, Galeano, Roque Jr, Alex, Zinho, Rivaldo, Djalminha, Paulo Nunes, Oseas, Edmundo, Evair, Euller, e mais alguns que eu não estou em condições de lembrar.

Os títulos secaram. A partir da virada do século XX, foram só desilusões. A principal delas: o rebaixamento em 2002. Eu me lembro exatamente de dois dias: o dia do rebaixamento e o dia seguinte, que eu tive de ir ao colégio, era dia de prova, não tinha como cabular. Se tinha uma vez que eu queria ser um avestruz e botar minha cabeça embaixo da terra, foi aquele 17/11/2002. Cheguei no colégio, TODOS os meus amigos me cercaram e gritaram: ÃO ÃO ÃO, SEGUNDA DIVISÃO.

O Palmeiras voltou, mas as desilusões não deixaram de acontecer. Participações mediocres na Libertadores, eliminações para o ASA(AL), Santo André e Atletico Goianiense, sem deixar de mencionar a humilhante derrota de 6 a 0 para o Coritiba pela Copa do Brasil; Eliminações para Paulista, Guarani e Corinthians, nos pênaltis, da forma que foi, com um jogador a menos e jogando melhor que o adversário. A eliminação para o Goiás, em 2010, na semifinal da Sulamericana, talvez o título mais fácil de ser ganho dos últimos tempos.

Meus amigos, citei todas essas coisas por um motivo muito simples: essas derrotas fizeram com que o torcedor do Palmeiras fosse humilhado nas ruas, inúmeras piadas do Portumeiras (com todo respeito a Lusa). Essas derrotas apequenaram o nosso time, juntamente com as diretorias que passaram pelo comando do clube, fazendo bobagens atrás de bobagens. Críticas ácidas da imprensa contra o time viraram rotina (muitas delas banhadas de razão, claro) e a “Turma do Limão” foi formada. Qualquer jogador que vinha pra vestir o verde tinha de estar preparado para a guerra que é jogar na Rua Turiassú.

Gente, chegou o momento. Chega de, me perdoem pela expressão chula, “ejacular com o pau dos outros”. Só comemorar eliminações dos times rivais era muito pouco pra um clube de 98 anos de história, com inúmeros títulos conquistados. Faltava um título de expressão nacional. A torcida comemorou o Paulista de 2008, mas faltou um algo mais. E chegou o dia 11/07/2012.

Claro, o título da Copa do Brasil não poderia ter vindo de forma tão sofrida. O melhor zagueiro do time é expulso depois de tomar um soco na semifinal. O melhor meia do time foi expulso no primeiro jogo. O melhor centroavante do time tem uma crise de apendicite no dia do primeiro jogo da final. O mesmo melhor meia do time é sequestrado em São Paulo. O seu reserva é assaltado e toma um preju de 16 mil reais. O presidente do clube marca o jogo mais importante dos últimos 12 anos num estádio para 20 mil pessoas. Era pra tudo dar errado.

Não deu, a sorte sorriu. O dia ontem tava lindo, céu azul, pra mim, era um sinal de que tava pra mudar o rumo da agremiação de origem italiana, trajada de verde esperança e branco da paz. Amigos, o jogo não foi fácil, o Coritiba é uma equipe muito forte. Saiu na frente com um belo gol de falta. Mas aí, surge uma falta.

Na bola, Ele. Marcos Assunção. Bola precisa na cabeça-canela do Betinho. O Verdão era novamente campeão de um torneio de grandeza nacional. Apito do árbitro. Aí, veio um flashback de tudo isso que foi relatado acima na minha memória. Eu, sinceramente, pensei que não veria mais o Palmeiras ser campeão.

Após o fim do jogo, voltei a ter os mesmos dez anos de idade em que me acostumei a ver a Sociedade Esportiva Palmeiras gigante como sempre foi. Gritei, xinguei, joguei almofadas na parede (minha mãe perdeu duas nessa última semana por conta dos jogos finais), fiquei rouco gritando pelo gol de um cara que eu xinguei o jogo inteiro que matava a bola de canela e tomou um drible sensacional da poça d’água. Mais ainda, veio lágrimas nos olhos, como elas vinham nos momentos de glória vistos por aquele moleque.

Luiz Felipe Scolari, meus parabéns. Apesar dos contras que eu tenho em relação ao senhor com suas escalações, fez com o time, na Copa do Brasil, fosse sólido. O senhor ganhou o título naquela primeira partida contra o Grêmio, quando fez 2 a 0 aos 40 do segundo tempo. A partir dali, com respeito ao Coritiba, dificilmente deixaria de escapar esse título, como aconteceu.

Esse título tem de ser tratado como um divisor de águas no clube. Não há mais espaços para erros, desmandos, palhaçadas, jogadores medíocres, eliminações bizarras, pensar como time pequeno, porque não somos. São 17 milhões de torcedores que estão gritando, soltando fogos de artifício, vestindo o manto alviverde com MUITO orgulho. O Palmeiras tem de ser grande, pensar e agir como grande. E, principalmente, voltar a ser protagonista no cenário futebolístico. Tem de ter gana de vencer, independente de ser Paulista, Copa do Brasil, Sulamericana, Brasileiro, Libertadores, Campeonato de Bocha, de palitinho, de joken pô ou par ou ímpar.

Enfim, pra encerrar: a César o que é de César. A Sociedade Esportiva Palmeiras é campeão da Copa do Brasil de 2012. Eu volto qualquer hora dessas, mais calmo, sem chorar. Agora é comemorar. E que se dane o Mundo.

“E QUANDO EU MORRER, EU QUERO O MEU CAIXÃO, PINTAR DE VERDE E BRANCO, COR DO MEU CORAÇÃO”.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

21 comentários

  1. Tatiana disse:

    Noooossa ate chorei novamente lendo seu texto… Só quem é Palmeirense de verdade,sabe do amor que guardamos no peito e como estavamos esperando por esse titulo,por tudo que a gente sofreu por todo esse tempo que que fomos zuado e por todos aqueles que nunca acreditou no nosso Titulo fomos CAAAAAAAAPEÃOOOOOO INVICTO DA COPA DO BRASIL…
    Por isso eu canto eu sou PALMEIRAS ate MORRER ♥

    [Reply]

    Guilherme de Morais Reply:

    @Tatiana, Tatiana, tava entalado na minha garganta, eu tava louco pra gritar finalmente de alegria pelo Palmeiras..

    é uma sensação que não tem descrição, de verdade!!!

    Beijo, obrigado pelo comentário!!

    [Reply]

  2. Marisa Buss disse:

    Pura emoção!!!!!!!!!!!! lindo post Guilherme.
    abraços palmeirenses.

    [Reply]

    Guilherme de Morais Reply:

    @Marisa Buss, Nada mais do que uma tentativa de expor um sentimento entalado na garganta do torcedor do Palmeiras, Marisa.

    Parabéns pra nós, torcedores!!!

    Beijos, valeu por comentar por aqui!!!

    [Reply]

  3. Mariana Garghetti Buss disse:

    Lindo Guilherme!! Liiiiindo!!!!
    Parabéns pra nós, finalmente podemos gritar: É CAMPEÃO!!
    Ahh, a emoção!

    [Reply]

    Guilherme de Morais Reply:

    @Mariana Garghetti Buss, Não há emoção maior do que ser torcedor desse time verde e branco.

    AH, VERDE E BRANCO, COMO EU CURTO TEU ENCANTO!!! =D

    O seu texto também ficou muito legal, viu!!! Deixarei um comentário por lá…

    Beijos, valeu pelo comentário!!! 😉

    [Reply]

  4. Giovanna disse:

    Aeee Morais, parabééns pra você pelo blog e pra nós pelo título do verdãoo.. uhuuull

    [Reply]

    Guilherme de Morais Reply:

    @Giovanna, Vindo da minha irmãzinha do coração, não preciso nem falar nada!! =DDDD

    PS.: Se eu não morri do coração ontem, não morro jamais, rapaz do céu, como eu tava louco ontem hahahahahaha a Dona Rita foi expulsa por mim da sala por tentativa de conversar comigo durante o jogo pra você ter uma noção! =DDDD

    Beijo, Gizinha…

    [Reply]

  5. Juliana Scarpa disse:

    Graaaaaaaande Moraaaaais, me fez chorar novamente, arrepiar novamente e reviver tudo isso, como grande fanática que sou.
    Lindamenteee dito, lindamente expressado !
    As palavras que me faltaram e que não pude expressar, estão todas aqui e muito mais.
    Todo amooor pelo Palmeiras, guardado no peitoo esperando a hora de gritar, e que hora demorada pra chegar, mas chegou, finalmente.
    Parabéns pelo lindo texto, por toda emoção contida em cada palavra, o que nos resta agora é gritar novamente:
    É CAMPEÃÃÃÃOOOOOOOOOO ! ♥

    [Reply]

    Guilherme de Morais Reply:

    @Juliana Scarpa, Valeu Juh!!!

    Sério, só expus o que estava entalado na garganta, já estava na hora do Palmeiras ser campeão novamente e, finalmente, essa hora chegou!!!

    Beijão, valeu pelo comentário!!!

    [Reply]

  6. Gabriel disse:

    Lindo! Expressou o q todos nós estamos sentindo! A esperança e confiança voltaram, agora só precisa do time nos dando mais alegria!!! Ótimo texto! Parabéns e, finalmente, É CAMPEÃO!!!!!!!!!

    [Reply]

    Guilherme de Morais Reply:

    @Gabriel, Gabriel, é como eu disse, a vontade de vencer deve existir sempre e espero que isso se torne, novamente, a rotina que sempre foi para a Sociedade Esportiva Palmeiras.

    Abraço, valeu pelo comentário

    [Reply]

  7. Luiz Nascimento disse:

    Doutor,

    Em primeiro lugar, parabéns por seu brilhante texto. O senhor mandou bem demais! Ficou animal! Só uma pequena passagem deste texto me incomodou um pouco, mas o momento não é propício sequer para que isso se registre… Hahahahahaha

    Em segundo lugar, parabéns pela conquista do seu clube. A grandeza e a tradição do seu time, por si só, fazem dele merecedor deste título. Mas, acima de tudo, torcedores como você merecem.

    Grande abraço, campeão!

    [Reply]

    Guilherme de Morais Reply:

    @Luiz Nascimento, Meu querido, eu sei a qual passagem do texto o sr se refere e, óviamente, como gênio e meu ídolo compreendeu que não foi nada pejorativo a sua equipe, que eu respeito e sempre tratei como time grande da capital que sabemos que é!! Hehehehehe

    Quanto ao elogio, eu agradeço, o sr deve imaginar o quão feliz eu estou nesse dia de hoje, até porque fazia tempo que o Verdão não vencia nada.. espero que seja o primeiro de muitos!!!

    Abraaaaaaaaaaço!!!

    [Reply]

    Luiz Nascimento Reply:

    @Guilherme de Morais, Hahahahahaha Compreendi perfeitamente, meu caro! Imagino o quanto o senhor deve estar feliz mesmo, afinal, passei pelo mesmo no ano passado e, por pouco, não morri do coração por tanta euforia… Hahahahaha Segura aí!

    Abraaaaaaaaço!

    [Reply]

  8. Dudu disse:

    Morais, é campeão!!!!
    A quanto tempo estamos imaginado e sonhando com algo assim???
    Meus olhos se encheram de lágrimas, mais uma vez, ao ler esse texto!!!
    Precisavamos lavar a alma!!! Parabéns pelo texto! Genial!

    E só um comentário: Se aqui o Céu tava azul, peguei chuva e frio o dia inteiro em Curitiba! Acho q o dia era Paulista!

    Abraços!!!!

    [Reply]

    Guilherme de Morais Reply:

    @Dudu, Meu filho, tenho certeza que o jogo visto de lá de dentro foi bem mais da hora do que ver aqui em sampa!!!

    Campeão, Mermão, finalmente!!! Hahahahaha

    Abraços Du, valeu pelo comentário

    [Reply]

  9. Denise Weindler disse:

    Ótimo Texto, eu e seu amigo Dudu quase morremos do coração la em Curitiba e posso dizer, muitas lagrimas rolaram até o arbitro apitar fim de jogo…É Campeão

    [Reply]

    Guilherme de Morais Reply:

    @Denise Weindler, Tenho certeza que vocês quase morreram no jogo lá. Imagine quem ficou por aqui hahahahahaha

    Beijos, valeu pelo comentário

    [Reply]

  10. aurelio disse:

    cadê a Vanessa Dini?

    [Reply]

  11. Marcelo lhp disse:

    Descansem em paz e vão para a segunda divisão o mais rápido possivel seus imundos!!
    Chora porcada kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    [Reply]

Gostou? Não? Comenta aí: