Canelada

Home | « Todos os posts do Palmeiras

Ponte Preta 2×1 Palmeiras: A grande lição

por
21/05/16

Após uma estreia “perfeita”, Palmeiras volta a apresentar velhos problemas e freia a empolgação da torcida.

Quando escrevi sobre os 4×0 em cima do Atlético-PR, pedi para o torcedor não se esquecer das limitações e defeitos de nosso elenco. Ninguém mais parecia preocupado com a falta de criatividade quando temos a bola nos pés ou com a contratação pra zaga, que ainda deve demorar pra chegar. Pelo contrário, os recém-contratados Tchê Tchê e Róger Guedes chegaram e já assumiram a titularidade, mesmo não sendo jogadores das posições que mais carecíamos de reforços.

Não digo que são maus jogadores ou que não devam ter suas chances, mas de duas, uma: ou entendemos que já temos um time pronto para se consolidar na ponta da tabela e, assim, esses novos reforços vão tentando conquistar seus espaços aos poucos, ou damos chances a eles, mas com a consciência de que não será tão rápido que o time estará encaixado.

Cuca está tentando um revezamento entre Tchê Tchê e Jean na lateral-direita e na posição de volante, cobrindo as subidas do lateral. Contra o Atlético-PR, deu certo, até porque o time todo foi bem. Contra a Ponte, deu errado, e muito. Foi por aquele lado que a Ponte criou suas melhores oportunidades, que não foram poucas. Além disso, Matheus Sales também não estava nada bem como 1º volante, não conseguindo proteger bem a zaga e deixando principalmente Vitor Hugo bastante perdido, tendo que correr atrás dos atacantes, saindo de sua posição.

Que sirva de lição. Para a torcida, em entender que ainda temos muito a evoluir. Para o time, que não pode dar os bobeiras que deu na marcação. Para o Cuca, que talvez precise avaliar alternativas para jogos fora de casa, um pouco mais fechadas. Um volante mais marcador (Gabriel, que está machucado, ou Thiago Santos), com Jean voltando para a direita, seria uma opção. Com Egídio e Tchê Tchê em campo, abrimos muito as laterais e deixamos a zaga exposta.

Enfim, de qualquer forma, foi apenas nosso 1º jogo fora de casa. Importante avaliarmos com ponderação. E mais importante ainda é mostrarmos poder de reação já na próxima rodada, dentro de casa. Receberemos o Fluminense, que nos ultrapassou, com 4 pontos. Depois, vamos ao Morumbi, em uma boa oportunidade de quebrar um longo tabu sem vitórias no Jardim Leonor, chacoalhar o time sortudo que chegou nas semis da Liberta e recuperar esses pontos perdidos fora de casa.

Uma coisa, já sabemos: Cuca não é omisso, muito diferente de Marcelo Oliveira. Isso deve nos trazer um importante poder de reação.

Avanti, Cuca! Avanti, Palestra!
@CaneladaSEP
@jmiguelprestes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: