Canelada

Home | « Todos os posts do Paraná

O fator “x” na demissão de Fernando Diniz

por
5/10/15

Muito tem se comentado sobre a demissão do técnico Fernando Diniz do comando do Paraná Clube. É possível ver duras críticas à diretoria paranista, assim como defensores da mesma, que concordaram com a ação.

Diniz não fez um trabalho ruim no Tricolor. Seu estilo de jogo, porém, chamou os holofotes, enquanto os resultados de vez em quando apareciam. O “tiki-taka” tomou conta do Paraná Clube e do noticiário sobre o clube, porém, quando a questão era vitória, o treinador deixou a desejar no comando do clube.

Ainda assim, seu trabalho vinha sendo aprovado por grande parte da torcida paranista, mas o lado “durão” do treinador pesou contra si mesmo. A falta de paciência, a gritaria e o modo de se comportar no extracampo foram fatores determinantes na sua demissão.

Diniz tem um grande futuro como técnico, mas é necessário repensar o seu temperamento.  O Tricolor foi o sexto time na carreira do treinador e, sem dúvidas, a maior chance de sua vida até agora. Se ele aproveitou, ou não, só o tempo dirá, mas o fato é que o Paraná já está pensando em 2016 e, há longo prazo, o temperamento de Diniz terminou em sua demissão.

Agora, o que o Paraná Clube irá fazer, é uma incógnita. Muitos cravam que a diretoria já acertou com um novo treinador, mas irá esperar o fim da temporada para anunciar. Eu acredito que o mais sensato é manter Fernando Miguel até o fim da Série B, e já ter um possível nome engatilhado para, desde o começo, o novo técnico ajudar na reformulação do elenco, que deve ter sua base mantida para o ano que vem.

E você? Qual sua opinião?

Até a próxima 😉

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: