Canelada

Home | « Todos os posts do Paraná

Orgulho de Ser Paranista!

por
10/02/11

Quando o PR Clube nasceu, eu tinha pouco mais de um ano de idade, cresci ouvindo os hinos de Coritiba e Atlético (o primeiro já mudou tantas e tantas vezes), mas tenho o “bico da gralha” tatuado em meu peito.

Quando vou ao estádio Durival de Britto e Silva, sinto meu sangue ferver, a adrenalina aumentar, o coração quase pular do peito, pois é ali onde está a razão da minha vida: O Paraná Clube! Loucura? Talvez. Mas a paixão de torcer é única e inexplicável, um casamento quase sempre perfeito, com seus altos e baixos, mas nunca deixando de acreditar.

O momento é o pior da história, mas assim como meu pai me ensinou: é caindo que se aprende e acredito que isso tudo irá passar, somos um time novo, apenas “crianças” na visão nacional, mas a grandeza está em nossos corações, não seremos extintos do futebol, não iremos acabar, enquanto meu sangue azul, vermelho e branco, passar por minhas veias, irei ao campo de batalha todas às vezes para ver o Paraná Clube e ajudar a escrever novamente a sua história vitoriosa.

Não importa o quão degradante está essa situação, sempre serei o 12° jogador! Gritarei, cantarei, chorarei, mas nunca abandonarei a razão da minha vida!

Quem não se lembra dos feitos na década de 90? Saulo, Ricardinho, Hélcio, Ageu entre tantos outros “astros” do passado.

Ou da passeata de 2006 com o título estadual, nossa volta para a Vila Capanema, momentos que me arrepiam até hoje.

Quem não se lembra do pessoal que levava trombones ao estádio, cantarolando músicas do Paraná e do antigo colorado?

Lembro de quando meu pai me passava por cima da catraca para assistir aos jogos na Vila Olímpica.

Graças ao meu pai, hoje sou um homem de caráter, que respeita e é respeitado por todos que me conhecem, trabalhador.

E graças ao Paraná Clube, tenho um motivo para viver.

Meu pai já fez OITO cirurgias na cabeça? É mole ou quer mais?

Mas NUNCA, NUNCA desistiu de viver, sempre batalhou por tudo que queria conquistar, seus desejos e sonhos que até hoje vem realizando.

Ele tem suas limitações e sabem qual é a maior alegria dele hoje? É ir ao estádio comigo, sentir a vibração e a emoção de ver o Paraná Clube jogar.

E algo eu falei pra ele, e ele acredita:

“Pai, o Paraná se compara a você em diversos momentos, passou por dificuldades e tem suas limitações, mas tem força para se recuperar e dar a volta por cima, ainda conta com uma pessoa que o ama mais do que TUDO… EU!!!”

E aqui termino minha coluna de hoje, dizendo o seguinte:

TRICOLOR…Não Desista Nunca, Eu Nunca Vou Te Abandonar! Eu Te Amo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

4 comentários

  1. Je disse:

    O paraná precisa se reerguer…..precisa de vontade de vencer….O torcedor quer ter orgulho do time. É triste ver a Vila vazia…, sem a Furia….apenas com migalhas de torcedores que ainda acreditavam em apenas uma vitória….SÓ UMA VITORIA…..Decpeção..!!!
    Abraços

    [Reply]

  2. Rafael disse:

    Belo texto. Eu como torcedor Coxa-Branca espero que o Paraná Clube saia dessa e volte a ser o que era. Uma pena um clube brasileiro estar nessas condições na que se encontra o Paraná.

    [Reply]

  3. Mick Baptista disse:

    Bom Texto William. As vezes zoamos uns aos outros, mas temos que ser parceiros nessa. Atitudes, por menores que sejam algumas vezes geram retornos catastróficos. Mas, tudo passa, melhora e supera!
    Abração!

    [Reply]

    William Bittar Reply:

    @Mick Baptista, É isso ai Mick, a questão agora não é apenas o time em si, e sim que o estado do Paraná tem potencial para ter os 3 da capital na primeira divisão, e hoje vemos um Paraná quebrado em dívidas.
    Um abraço e bela vitória do Atlético sobre o Cianorte.
    Vemos um atlético com postura diferente com a saída do Sérgio Soares.

    [Reply]

Gostou? Não? Comenta aí: