Canelada

Home | « Todos os posts do Portuguesa

A lei de quem manda

por
16/12/13



Foram anos lá.

Enfrentamos as maiores dificuldades, convivemos com o esquecimento e da lama sobre uma tradição. Aos poucos, os que consideravam os “clássicos” começaram a usar a expressão “ex”. Loucos, não entendiam o que estavam falando. O pouco espaço que tínhamos nas imprensas foi diminuindo… diminuindo… caindo… até que viramos “ilha de Lost” ou a pauta engraçada. Quase transformamos o poço em um inferno, por um gol não caímos para a série C o que, segundo o próprio presidente do clube à época, acabaria com o time. Estávamos mortos, mas sobrevivemos.

Então veio um dia de glória. Recuperamos nossa marca, nossa história, mostramos a todos nossa tradição! Viramos Barcelona, batemos recordes, superamos todos os adversários. Jogávamos fácil! Conquistamos o Brasil novamente e pela primeira vez, um título nacional. Seguimos juntos, em todos os jogos do acesso, assim como nos momentos trágicos de queda. Estivemos juntos. Brilhando e encantando o Canindé. JUNTOS.

UNIDOS também estávamos quando, pela segunda vez, passamos pela nossa maior humilhação: a queda no estadual. Saíamos do encantamento nacional para um desonroso rebaixamento. Dor. Uma inenarrável dor. Como seria dali para frente? Estávamos de volta na série A, mas será que conseguiríamos? Não para os “entendidos”. Éramos fadados ao rebaixamento, mais do que isso, corríamos o risco de nos tornamos o pior time da história dos pontos corridos. Não foi isto que aconteceu. Leões e unidos, fomos juntos até o fim. Até o último empate sem gols contra a Ponte Preta, no Canindé, e nos salvamos. MAIS UM ANO DE SÉRIE A! Mais um ano no nosso lugar de direito!

Voltamos para a primeira divisão do Paulista e estávamos frágeis, mas lutaríamos até o fim contra um novo rebaixamento E CONSEGUIMOS com mais facilidade que no ano passado. Dois times cariocas foram rebaixados, dois grandes rumavam para a Série B 2015, mas é possível que dois grandes caiam em um mesmo ano?

Então começaram a surgir as possibilidades para o “NÃO”. Primeiro uma denúncia de Coritiba, Fluminense e Vasco contra Criciúma, Portuguesa e Ponte Preta seria encaminhada à CBF, o que foi freado quando o ato tornou-se público pelos jornais.

Em seguida, um confronto entre torcidas dentro de um estádio que deveria ter segurança privada, mas nem mesmo ela estava presente. Uma partida que não deveria ser retoma, mas que o árbitro disse: “Ah, vamos acabar logo com isso”. Então, começa as opções de recursos do Vasco da Gama.

A última bomba colocava a Portuguesa em xeque. A utilização do meia Héverton para os, aproximadamente, 15 minutos finais de uma partida inútil, cuja qual a Lusa poderia ser derrotada que manter-se-ia na Série A, era “irregular”. Prevendo o pior, levantamos nossas forças. Fomos às ruas e gritamos contra aquilo que, para muitos, é visto como “tapetão”. Gritamos contra a injustiça e tememos o destino que viria de um tribunal.

Não houve dolo na ação da Portuguesa, mesmo que incorreta. Ela não venceu a partida. Héverton não marcou gols. A Portuguesa manteve-se à frente do Fluminense, mas não era a primeira equipe fora do Z-4. Ela não prejudicou o time carioca. Mas na ação dos tribunais houve dolo! Houve um rebaixamento inexplicável pelo simples “cumprimento da lei”, regra esta que inverteu-se os valores “morais” de três anos atrás.

Hoje me veio a pergunta: a Portuguesa tem espaço neste futebol moderno? Este futebol cujo posicionamento final de um campeonato não é medido pelas somas dos pontos conquistados dentro do campo, mas sim daqueles retirados pela “lei cega”. A balança seguiu sua ordem natural, pesou-se para o “grande” ou para àquele que depois de três rebaixamentos salvos ainda se considera um time de FUTEBOL e não de juristas.

Hoje, não foi o Fluminense, mas o STJD quem virou para nós e disse: SOMOS MAIORES QUE O FUTEBOL, LIDEM COM ISTO. E enquanto um grande correr risco, lá estarão as “leis” para assegurá-los.

Se jogar desta forma é ser “grande”, prefiro morrer “pequeno”.

Vamos à luta, oh campeões!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

5 comentários

  1. sergio disse:

    Eu cresci torcendo para a Portuguesa .. me tio (já falecido) me levava nos anos 70 para ver os “jogos diversão família” no Canindé … na escola, discutia apaixonadamente com os colegas que torciam para outros times, dizendo que a LUSA era o time do futuro.
    Eu acredito hoje que este encanto do futebol já passou .. com a violência gratuita nos estádios, no uso de dinheiro publico para a COPA (uma festa dos turistas, juizes, políticos e outras pessoas acima do povão), e “interpretação” criativa dos regulamentos pelo STJD. A LUSA errou e errou feio ao relacionar um jogador suspenso. Não tentaram uma primeira tapetada ao tentar incriminar a LUSA por ter contratado mais jogadores durante o campeonato que a legislacao permitia? Porque a LUSA não abriu os olhos para isso? Fico chateado – mas conformado – por um time que lutou tanto morrer na praia novamente. O que me surpreende é um orgao deliberativo usar a lei ao seu “bel prazer”, dependendo do freguês. Dão titulo a um .. evitam o descenso de outro .. ignorando o aplicando os regulamentos .. é um dia triste para o futebol.
    No meu caso .. eu fiquei muitos anos longe do futebol (afinal, meu time so apanhava) .. quando voltei faz 2 anos a torcer novamente, me deparo com esta patetada .. talvez seja o tempo de eleger outras prioridades … talvez um novo esporte pra torcer .. talvez acompanhar campeonatos no exterzior .. é um dia triste para o futebol.

    [Reply]

  2. JOÃO BARROSO TEIXEIRA disse:

    Cabe a justiça comum pela torcida. Agora:
    Não podemos esquecer que toda essa armação tem o dedo da globofla, não cabe a Portuguesa representada por advogado da CBF (globo e cbf é a mesma coisa) se defender pq ela inclusive a meu ver se vendeu a este sistema, pq o jogo do flamerda foi no sábado(olha que ele foi o último a ser julgado parece até a copa do brasil) e já era conhecido pelo sites antes do jogo(lancenet é um deles) que o André Santos estava suspenso e este jogou mesmo assim a partida toda, fatalmente este advogado da CBF e de diversos clubes inclusive do flor foi assessorado(comprado) pela Globofla para esta prática insana, pois todos sabem da dificuldade financeira da Lusa, e eles certamente receberam investimentos $$$ (no mínimo o adv e o presidente da Lusa) para correrem o risco com algumas falsas promessas. Cabe a nós torcedores de boa fé de todos os demais clubes junto com os torcedores da Portuguesa entrar na justiça comum pq no mesmo regulamento que eles seguiram literalmente contra a Portuguesa, com a maior cara de pau não teve a mesma medida para o vasco já que a guerra foi no estádio de mando do Atlético Paranaense com intuito somente de salvar a próprio flaglobo que seria rebaixado no lugar do próprio vasco. Já neste dos casos as medidas são diferentes, assim como em 2010 no parecer do moralista do STJD que neste ano virou legalista. É muito dinheiro minha gente…
    Atentai que o mais prejudicado com o rebaixamento de dois cariocas seria a própria Globofla que jamais vai aceitar seu time do coração na 2ª divisão, por isso vc vai ver árbitros comentarista ou cargo público como o Beltrami(juiz ladrão preso no comando da PM de Niterói). O Advogado espertalhão, o jogador que já esta até vendido e o cartola iludido, passam mais quem amarga seus atos é o clube, o torcedor e o Futebol, por isso devemos nos unir para acabar com essas armações que já começam pela fragilidades das instituições nos seus procedimentos legais/processuais e terminam com os pagamentos milionários desta mídia sem credibilidade para o Fla-kurinthias em prejuizo aos demais. Obs.: O advogado da lusa é o do kurinthias. (começou com o do flamengo só os milionários da globo quanta coincidência).
    Seria bom um advogado torcedor da portuguesa defender o clube e ter como estratégia os princípios, a razoabilidade e a argumentação moral do próprio auditor para que o flor não perdesse o título em 2010 que era para ser mantida, acredito que no mínimo postergaris as perdas dos pontos como na Italia ou então não perderia o ponto da partida considerando que o da flaglobo jogou o jogo todo e teve a mesma pena.
    Saldações alvinegras.
    João Fogão

    [Reply]

  3. Aralton Neto disse:

    São uns babacas mesmo escalarão o cara de forma errada e depois ficam choramingando tem mais e que cair mesmo temos que limpar a série A dessas equipes medíocres que se acham padrão nacional e não conseguem nem se manter na série A do Paulistão

    [Reply]

    Zangado Reply:

    Aralton, é assim mesmo que se escreve ou você não sabe nem escrever o próprio nome, microcéfalo?

    [Reply]

  4. Tadeu Mendonca disse:

    O Flu é o líder da A e a Lusa a lanterna da B. É melhor voltarem para o campo.

    [Reply]

Gostou? Não? Comenta aí: