Canelada

Home | « Todos os posts do Portuguesa

Documentário “Ataque Iê Iê Iê” relembra 50 anos de importante time da Lusa

por
23/09/15

Na mesma época que a Jovem Guarda brilhava com Roberto, Erasmo, Wanderléa e Cia, os jogadores Ratinho, Leivinha, Ivair, Paes e Rodrigues escreviam sua história na Lusa e no futebol brasileiro com o “Ataque Iê Iê Iê”.

O documentário ‘Ataque Iê Iê Iê’, que comemora os 50 anos do time que encantou o mundo, conta a história de cinco jogadores da Lusa que foram comparados aos Beatles nos anos 1960. O filme foi dirigido e produzido pelos mesmos responsáveis de “O Fado da Bola”: o produtor multimídia Cristiano Fukuyama e o jornalista Luiz Nascimento.

O curta-metragem apresenta ao público casos hilários e emocionantes das excursões realizadas pela Portuguesa em diversos países da América e da Europa – incluindo as antigas Alemanha Oriental e Iugoslávia – por quatro ex-jogadores que fizeram parte daquele ataque: Leivinha, Ivair, Paes e Rodrigues. O documentário explica como a imprensa deu ao grupo o apelido de ‘Ataque Iê Iê Iê’.

O filme ainda tem a participação de Antonio Quintal, comentarista esportivo, e Vital Vieira Curto, coordenador do Museu Histórico da Lusa. O curta presta homenagem ao jogador Ratinho, morto em 2001, que também fez parte do quinteto. Os Beatles do futebol brasileiro estão entre os melhores jogadores da história do clube, ao lado de grandes nomes como Djalma Santos, Enéas e Dener.

 

Lançado no portal ‘Acervo da Lusa’ (www.acervodalusa.com.br) em agosto, o “Ataque Iê Iê Iê” atingiu mil visualizações em apenas dois dias. O curta faz parte de um projeto independente, que já deu origem ao site “Acervo da Bola” (www.acervodabola.com.br) e ao documentário ‘O Fado da Bola’. E as novidades não terminam com este curta. Em janeiro de 2016, será lançado o documentário em longa-metragem ‘Ivair, O Príncipe do Futebol’, que conta a história de um dos maiores jogadores do futebol brasileiro, com passagens por Portuguesa, Corinthians e Fluminense.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: