Canelada

Home | « Todos os posts do Santos

SANTOS 2 x 0 Botafogo – Santos volta a vencer no Paulistão

por
26/02/17

Com gol de Rafael Longuine, Santos volta a vencer no Paulistão!

Santos volta a vencer no Paulistão

Foi difícil, foi suado, não foi nada bonito, mas o Peixe enfim voltou a marcar gols e a vencer. Depois de passar exatos 1982612865 minutos sem marcar um mísero golzinho, o Santos teve que contar com a ajuda do goleirão Neneca pra dar uma alegria para a nossa sofrida torcida. Antes de me alongar, fiquem aí com os melhores momentos:

Vendo os highlights da partida, dá pra perceber que só o Santos teve chance. Ótimo. Mas a verdade é que toda a posse de bola do Santos não se traduziu em jogadas realmente agudas de gol, salvo um ou outro lance. E, sendo sinceros, os dois gols foram duas bolas literalmente dadas pelo time ribeirão-pretano. Bem claro isso, né: um gol o goleiro do Pantera deixou nos pés do Vitor Bueno, no segundo o jogador do Bota cabeceou nos pés do Longuine (sim, ele mesmo) sozinho na área.

Assistindo o jogo, parece bastante óbvio que o Santos está longe do seu melhor futebol. Mas, como já frisei antes, eu não consigo condenar de maneira muito veemente um time por não ser tão entrosado tendo tantos desfalques. E acho que isso ficou visível durante o jogo, mas precisamente com a entrada do, acredite se quiser, Rafael Longuine. Sim, eu sei, você sabe, a torcida inteira sabe que o Longuine está longe de ser um primor técnico. Mas é um meia, e é essa exatamente a peça que faltava no time.

E, verdade seja dita, ainda que os gols não tenham demonstrado muito mérito por parte do Peixe, há de se reconhecer que o Santos melhorou com a entrada de Longuine. Também deve-se ressaltar a volta da formação com dois zagueiros, aparentemente em função de dores que o Yuri teria sentido durante a partida. Com um esquema parecido com o que jogamos na maior parte do ano passado, ou seja, dois zagueiros e um meia de função, o time demonstrou estar mais estruturado, o que reforça a tese de que o que esse time tem de forte é o entrosamento, e este não se apresentava com aquele esquema de um zagueiro.

Agora resta saber se Dori-Van-Gaal vai continuar forçando o infrutífero esquema do “um zagueiro e lá vem contra ataque” ou vai voltar ao Santos de 2016 que, se não era o melhor dos times, ao menos era eficiente.

Enfim, convenhamos: ganhamos, e é isso o que importa. Como eu disse, não foi bonito, ainda estamos fora da zona de classificação, atrás do Mirassol e da Ponte, mas, a essa altura, eu só queria mesmo comemorar um gol e três pontos na conta. Comemorei até dois gols, o carnaval tá ganho!

Ricardão com sua touquinha Cesar Cielo

Ricardo Oliveira toma 15 pontos na cabeça

No entanto, nem tudo são flores. Se não bastasse os montes de jogadores empilhados no DM, um dos que acabaram de voltar já volta a preocupar. Ricardão Oliveira, que retornava após se recuperar de uma caxumba (é muita zica mesmo, até caxumba tá jogando contra), tomou-lhe uma na cabeça e teve que terminar o jogo com aquelas touquinhas estilo nadador. Finda a partida, foi ao hospital e de lá saiu com 15 pontos, mais até que o Mirassol tem na tabela.

A princípio o jogador não tira o sono da comissão técnica, e deve jogar contra o timinho da Marginal. Aliás, zica dos infernos, esse tipo de coisa também só acontece antes de jogo assim. Paciência, o jeito é torcer pra que ele não demande muitos cuidados e esteja em plenas condições.

Bom, agora que, esperamos, a zica tenha acabado, vamos tirar uma folga, e só voltamos ao sofrimento no próximo sábado, dia 04, às 18h30 (horário de Santos) para enfrentar o timinho da Marginal na Odebrecht Arena.

Até lá, curtam o carnaval, tomem muito banho de sal, plantem muito pé de pimenta e visitem um pai de santos pra livrar o nosso Peixe de todo mal, amém.

VAI PRA CIMA DELES SANTOS!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: