Canelada

Home | « Todos os posts do São Paulo

SPFC x Goiás: parâmetro de força do Tricolor (ou Jason ou bambi)

por
27/10/14

 

Por Ricardo Flaitt (Alemão)

A partida de hoje (27), às 20h30, contra o Goiás, em pleno Morumbi, é tão importante quanto a que o São Paulo venceu o Cruzeiro. Não é passível de erro, de vacilo, de derrota, nem de empate, considerando as pretensões do título ou vaga para a Libertadores.

Não foram poucas as chances de brigar pelo título. Quando tudo conspirava a favor, com empates e derrotas do Cruzeiro, eis que o Tricolor vacilava para adversários fracos, deixando tudo na mesma e até chegando a cair para a terceira colocação.

A vitória frente ao Cruzeiro nos trouxe esperança frente ao futebol, demonstrado na prática, mas foi se tornando ilusão com o decorrer das partidas. Muitas delas perdidas de forma bisonha, como a para o Coritiba, em que vencia por 1 a 0 e tinha o jogo em mãos, ou melhor, nos pés e tomou uma virada inacreditável.

Como o futebol é extensão da vida e ela sempre nos dá uma segunda, terceira, quarta e tantas outras chances de nos redimirmos e nos reencontramos; novamente o São Paulo tem a oportunidade, mais uma vez, de encurtar em dois pontos a vantagem do líder Cruzeiro, que ficou no empate com o Figueirense.

A partida de hoje (27), às 20h30, contra o Goiás, em pleno Morumbi, é tão importante quanto a que o São Paulo venceu o Cruzeiro. Não é passível de erro, de vacilo, de derrota, nem de empate, considerando as pretensões do título ou vaga para a Libertadores.

É fato que o São Paulo possui elenco reduzido, sofre com as ausências de jogadores lesionados e com baixas por convocações para a Seleção.

Tudo isso é verdade, porém, restando oito rodadas, o São Paulo tem encarar e jogar cada partida com o mesmo espírito que derrotou a Raposa.

Com time remendado ou não, com baixas e outros problemas que possam aparecer, não há mais espaço para justificativas. Agora é a reta final do campeonato.

É a hora de cada jogador se doar, dar o melhor para si e o grupo. Não só pela necessidade da vitória nestas últimas partidas, mas também – para os que entrarem – demonstrarem que tem futebol e comprometimento para formarem o elenco do São Paulo em 2015.

_______________________

Ricardo Flaitt, o Alemão, é jornalista (MTb 40.939), estudou Filosofia (UNESP/Marília) e Letras (UNESP/Assis) ao mesmo tempo; mas abandonou para estudar História. Lançou o livro de poesias “O Domesticador de Silêncios” e venceu, dentre outros concursos literários, duas vezes o Mapa Cultural Paulista, evento promovido pela Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo nas categorias Literatura e Composição Musical. Escreve sobre cinema nos sites da Força Sindical e no Culturalmente Santista. @flaittt

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: