Canelada

Home | « Todos os posts do Sport

Cornetas amansadas, pero no mucho!

por
10/03/17

Depois da vitória sobre o Boa Vista, pela Copa do Brasil, Daniel Paulista ganhou uma pequena folga dos corneteiros de plantão.

De fato, o Sport jogou bem em Saquarema-RJ e convenceu até mesmo os torcedores mais céticos. Naquela partida, não houve um “pior em campo”. A zaga foi segura, os volantes não comprometeram e o ataque foi criativo e eficiente. Tudo bem diferente da lambança que Daniel Paulista fez no último jogo contra o Náutico.

Essa melhora, na humilde visão desse blogueiro/corneteiro, não está relacionada com mudanças táticas promovidas pelo nosso aspirante a treinador. De fato, nenhuma mudança tática aconteceu. Daniel Paulista continuou armando o time com dois pontas abertos, mesmo jogando com André e Leandro Pereira no ataque.

A função de centroavante foi feita pelo ex-Balada. E, diga-se de passagem, muito bem feita! André foi efetivo nas finalizações e marcou duas vezes. Leandro Pereira poderia até ficar preocupado com isso, já que eles brigam pela titularidade no comando de ataque leonino, porém sua atuação jogando aberto também foi boa. Surpreendentemente, ele mostrou mobilidade e velocidade, o que deixa a torcida menos carente por conta das lesões de Lenis, Marquinhos e Rogério.

Brigas por Posição

Essa não é a única briga pela titularidade no Sport. A torcida e alguns comentaristas profissionais já se posicionaram sobre as más exibições de Durval, Mansur, Ronaldo e Everton Felipe. Desde que nosso aprendiz de treinador não se deixe levar pela fama de um ou outro jogador, essas disputas internas são saudáveis e rendem bons frutos.

Por outro lado, ignorar essa competição e criar vagas cativas por renome ou amizade pode destruir a motivação de um atleta reserva. No nosso elenco, já tem gente mostrando serviço. Infelizmente, parece que Daniel Paulista não está dando muita atenção às boas exibições de Raul Prata e Oswaldo Henriquez.

Nesse momento, eu imagino que as únicas dúvidas reais na cabeça do “Dani” são entre Ronaldo ou Rodrigo e Balada ou Banana. Menos mal que a entrada de Mena no lugar do péssimo Mansur deve ser algo já tido como certo. Mas ainda assim é pouco!

Nosso copo está meio cheio ou meio vazio?

Essa pergunta sempre aparece num debate entre torcedores mais pessimistas e aqueles mais pacientes com o elenco. Nesse ano, o Sport perdeu apenas um partida, dizem os otimistas. Porém, não ganhamos de nenhum adversário de Série B ou maior, dirão os mais rigorosos.

Realmente, esses adversários mais fracos são mais constantes nesse começo de temporada. Estadual e a primeira fase da Copa do Nordeste só servem pra dar ritmo de jogo. Ganhar ou perder ali não é determinante pra saber se o time vai dar certo nos torneios mais difíceis. O importante mesmo é saber como o time e a comissão técnica se comportam diante dos problemas.

Perder (ou mesmo deixar de ganhar) de times modestos e não mudar a atitude ou a escalação da equipe é o que mais me preocupa em relação ao restante da temporada. O Sport não vai passar o resto da temporada jogando contra juazeirenses da vida (ainda bem!), portanto erros generalizados de marcação (como aconteceram no último clássico) precisam ser corrigidos. E quando os erros são recorrentes, peças precisam ser substituídas, mesmo que isso implique em sacar um jogador que exerce liderança no grupo e é ídolo da torcida, como Durval por exemplo.

Se confirmarmos a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil, o próximo desafio deve envolver clubes mais tradicionais da elite do futebol brasileiro. Além disso, a Copa Sul-Americana também se inicia em breve. Nossos próximos adversários tendem a mostrar um futebol bem melhor do que esse time folclórico de Papai Joel.

A pergunta que fica é: estamos mesmo prontos pra enfrentar esses times de igual pra igual? Espero que os resultados queimem minha língua, mas pelo que eu vi até agora, acredito que não!

Daniel

Dani parece que ficou chocado com essa minha cornetada disfarçada. Foto: Jocaff Souza

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Gostou? Não? Comenta aí: